domingo, 24 de janeiro de 2010

"Planeta Terra"

Planeta Terra


Enquanto o Globo saúda o novo milênio que se desponta sem saber o que lhe aguarda, a Igreja de Cristo pode e deve ser o agente de transformação.

Localização: sistema Solar.
Idioma: o mais falado no mundo é o chinês mandarim, com 726 milhões de falantes (claro que há outras formas de chinês). Em seguida, vem o inglês, com 427 milhões. Falam castelhano, 266 milhões, e hindi (a principal língua da Índia) com 182 milhões de falantes (a segunda língua da Índia, o bengali, é falada por 162 milhões). A seguir, vem o árabe, com 181 milhões. O português é falado por 165 milhões de pessoas. Depois vem o russo (com 158 milhões de falantes), o japonês (com 124 milhões) e o alemão (com 121 milhões).
Religião: o mundo hoje é dividido em inúmeras religiões e seitas, com milhões de adeptos.

A Terra e seu contexto espiritual
Se fosse possível retrocedermos no tempo e na história, numa espécie de “viagem ao futuro” às avessas para contar às gerações anteriores tudo o que a atual era vive hoje, a única reação que provavelmente teriam é a de pavor e espanto, para não dizer terror. Porque ironicamente, na mesma aterradora velocidade que se propaga os avanços e as conquistas nas mais diversas áreas – da saúde, à tecnologia e à ciência, só para citar algumas –, cresce também os males e as desventuras em tom praticamente apocalíptico tanto que os responsáveis por esses avanços e essas conquistas, sequer conseguem vislumbrar uma saída, apesar de todos os esforços. E somado a todo esse quadro, há um, digamos, “ingrediente” que muitos dos estudiosos parecem ignorar: o fator espiritual. Indo mais longe agora, se fosse possível trazer de volta dessa viagem rumo ao passado aqueles que muito colaboraram para que o Evangelho chegasse até nós – como Abraão, Isaque, Jacó, Moisés, Davi, os profetas e os discípulos, para mencionar só uns poucos – todos eles teriam a mesma reação: de pavor. Mas com uma diferença: não pavor em tom de incredulidade, mas de satisfação por estar vendo que tudo que um dia fora profetizado vem se cumprindo e está por cumprir.

O contexto espiritual de nossa Terra é um só:

cegueira e carência espirituais. Se por um lado, há mesmo o que comemorar pelo fato de o Evangelho estar sendo anunciado numa escala nunca antes imaginada graças também a muitos desses avanços (principalmente no campo da Comunicação, com o advento da TV e da internet e agora com a denominada “era digital”), por outro, há também muito a se fazer. Pecados e males como idolatria cega e desenfreada (muitas vezes às custas de perdas de vidas), prostituição, fornicação e sodomia (que têm desmantelado muitas famílias), roubo e corrupção têm minado toda uma sociedade, para não dizer gerações e gerações. A lista desses males e pecados é infindável. Às portas de um novo milênio e na iminência da volta de Jesus, a nós como Igreja de Cristo nos cabe clamar por toda a população de nossa Terra e esmerar, a que preço for, para levar as boas-novas de salvação em Cristo aos milhares e milhares de perdidos e carentes, destinados à condenação eterna se nada for feito por elas. Falar do amor de Deus a nossos entes queridos, amigos, vizinhos e conhecidos já é um ótimo começo e meio caminho andado. Até que Cristo volte. Clamemos então por nossa Terra, para que cumpramos com essa nossa gloriosa missão, ainda que árdua.

A Terra carece de nossas intercessões.

Oremos, pois:
- Para que o Evangelho da graça e de salvação em Cristo cheguem àqueles que tanto precisam e ainda não receberam essa dádiva.
- Pelo fim, de fato, da pobreza e miséria, da violência, da corrupção, da imoralidade, da prostituição, da fornicação (que muito tem minado famílias inteiras e toda uma sociedade) e de toda uma gama de pecados e males que se alastram como pragas daninhas.
- Pela própria natureza, que agora parece gemer e respondendo “à altura” do que tem sido feito contra ela em nome da chamada “modernidade”. Prova disso são todas as alterações e intempéries climáticas de nosso Globo: de geadas intensas, passando por tsunamis, chuvas e tempestades fora de controle, até chegar às secas e clima de deserto em outros pontos.

Notícia da Semana:
Nossa Terra é destaque no Atos Hoje por uma razão óbvia e urgente: às portas de um novo milênio, com a despedida de mais um ano que termina e outro que começa, mais que nunca devemos clamar, pois a única certeza que temos daqui para a frente como povo e filhos de Deus é que estaremos a salvo e seguros, venha o que vier. Os fatos e as notícias estão aí. De fato, nossa Terra geme e chora.

Um comentário:

  1. Graça e paz!
    Vim conhecer seu Blog e quero te parabenizar pela bênção que pude ver aqui.
    Já estou seguindo.
    Venha dar a honra de sua visita no PASTORAGENTE.BLOGSPOT.COM e, se quiser seguí-lo, vai ser uma alegria para mim.
    Lá eu exponho da forma mais realista e divertida possível as situações, dúvidas e experiências de uma simples pastora como eu.
    Fique na paz e um 2010 abençoado para você e toda sua família.
    Abração!!!

    ResponderExcluir