domingo, 5 de dezembro de 2010

Índia - Agressores são condenados a três anos de prisão

Agressores são condenados a três anos de prisão

ÍNDIA

Um tribunal de autorizações prévias de Orissa expediu um mandado de 3 anos de prisão severa contra quatorze acusados de participação de motins em 2008 no Kandhamal.

O juiz da 2ª Vara de Justiça de Phulbani emitiu ordem de prisão contra sete acusados de incendiarem casas de cristãos na vila de Budamaha, Raikia. A cada condenado impôs-se também uma pena de 4.500 rupias indianas.

Em um caso similar de incêndio premeditado, outras sete pessoas foram condenadas a 3 anos de prisão, e receberam uma pena de 6.500 rupias indianas pelo incêndio de casas num vilarejo de Sindherigaon.

Enquanto isso, num caso de assassinato, o tribunal absolveu 31 pessoas ao passo que outras duas foram condenadas a seis anos de prisão.

As duas participaram de um motim contra três vilas, incendiando centenas de casas de cristãos. Em 30 de setembro, uma multidão atacou e matou Ramamani Naik e Lalaji Naik da vila de Rudangia.

Incidentalmente, entre os absolvidos estava Manoj Pradhan, que tinha mais de 14 acusações por envolvimento em motins.

A notícia das absolvições deixou os cristãos chocados, pois resultaram de intimidação e coersão.

Os cristãos perderam a confiança na polícia e autoridades locais. Eles andam de mãos dadas com os agressores, declarou o bispo Ajay Singh, que fez parte de uma missão investigativa.


Essas são as ultimas noticias sobre a Índia, oremos.


A Paz do Senhor Jesus!

Deus abençoe!

Declaração

Já faz algum tempo que eu não tenho postado nada em meu blog, vejo que pode ser por causa da correria do trabalho e com a conclusão do meu curso. Mas sei que não posso ficar colocando a culpa nesses acontecimento, sei e creio que tenho que assumir, que realmente as lutas tem me tentado parar, desistir pelo caminho.
Mas graça a misericordia do meu bom Deus, ela tem se renovado a cada dia, e Deus não tem permitido eu desistir, abrir mão te tudo que tenho lutado, buscado para a minha vida.
Então ultimamente comecei a refletir, porque essas coisas tem acontecido com frequencia, será que as lutas que tenho passado diariamente em todas as areas de minha vida, são para Deus me provar, moldar meu carater?
Será que essas lutas são satanas tentando contra minha vida, dizendo que não sou capaz, que não vou conseguir?
Mas logo vem a voz de Deus e me mostrando o seu amor sobre a minha vida, e me dizendo:
- Filha minha...são tantas as coisas que tenho para sua vida...tantas as promessas que tenho para te dar...não desamine, pois essas lutas são necessárias...
- Lembre-se do que eu fiz com o meu povo de antigamente...Havia prometido que daria uma terra que daria pão e mel...só que antes dessa promessa se cumprir...houve um Deserto...mas logo apos o Deserto lá estava a terra que eu havia prometido...
- Porque Eu minha filha sou o Deus que Sou fiel para cumprir tudo que tenho te prometido...
- Se Eu falei Eu vou cumprir...acredite tenha fé... pois isso Eu faço para que o Meu nome seja reconhecido, glorificado e exaltado...
- O Deserto é necessário para te preparar para te moldar e te deixar pronta para o que Eu tenho para lhe entregar... continue firma nas promessas que Eu tenho pra sua vida.
A unica coisa que tenho para Lhe dizer meu Pai nesse momento é, me ajude, me der animo, alegria, me traz paz e esperança e me encha com de fé.
Deus abençõe
A Paz do Senhor Jesus!

terça-feira, 27 de julho de 2010

Salmo 39.7

A Paz do Senhor Jesus
A todos os leitores do meu blog,
Creio que desde o inicio da minha primeira postagem, não tive oportunidade de escrever algo do meu proprio punho ou melhor de minha propria mãos. Mas lógico que tudo que escrevo e posto vem da Direção de Deus, pois sou guiada pelo Espirito Santo de Deus.
Hoje estar sendo um dia difícil em minha vida, e acabei de receber um email da Missão Portas Abertas, onde veio escrito o Salmo 39.7 "Agora, pois, SENHOR, que espero eu? A minha esperança está em ti."Salmo 39.7 . Vejo até nisso o poder e o amor de Deus sobre a minha vida. Pois realmente tem dias que são tantas as lutas que passamos, tantas as barreiras superadas e mais a nossa frente para ser superadas, que até parece não ter fim, e que acaba de uma forma ou de outra nos deixando abatidos, preocupados, ansiosos...entre tantas coisas mais. Mas ai nesse momento aparece Deus com seu infinito amor e misericordia, nos trazendo palavras de animo, de força. Como essa que o Senhor trouxe ao meu coração. Fico imaginando a situação que se encontrava Davi, no momento que escrevia tal Salmo ao Senhor, talvez olhando para si como muitas das vezes nos mesmos fazemos e dizendo, meu Deus como sou fraco, mas creio que a minha vida estar em suas mão, minha esperança estar em Ti, minha vida estar em Suas mãos Senhor. Mesmo que não seja facil, como para mim mesmo não é, temos que mesmo assim colocar nossas vidas nas mão do Senhor, descançar e confiar que o Nosso Deus trabalha a nosso favor, que a nossa provisão vem do Senhor, pois Ele é quem nos sustenta em sua destra,
O Senhor é a nossa Fortaleza, se paramos para analizar o que a palavra Fortaleza quer dizer, veremos que Fortaleza é um lugar de refugio de proteção, onde teremos paz, tranquilidade e o Nosso Deus é esse Nele teremos essa paz, tranquilidade
As vezes vejo que o Nosso Deus permite que essas coisas aconteçam em nossas vidas para que assim venhamos a dar testemunho, a passar as nossas experiências para as aoutras pessoas, e que assim elas venham a ser edificadas.
Domigo passado estava no Culto e fui muito ministrada por uma palavra trazida pelo pastor, a palavra era sobre a fé, sobre o impossível...
Mas nesse momento estou sem condições de escrever sobre isso pois meu irmão estar querendo entrar na internet, mas creio que haverá oportunidade em breve para continuar de onde parei.
Que o Senhor Nosso Deus e Pai abençoe poderosamente a vida de cada um de vocês que tem entrado e visto o que Deus tem me tocado a fazer.

Deus abençoe!
A Paz do Senhor Jesus!

segunda-feira, 7 de junho de 2010

"JAMAIS DESISTA DOS SEUS SONHOS "


JAMAIS DESISTA DOS SEUS SONHOS
Génesis 37:3; 19-22



A trajetória de um homem chamado Abrão Lincoln é muito inspirativa para aqueles que buscam conquistar um objetivo, um alvo, um sonho, um plano. Filho de lavrador, um jovem simples, nuca teve muitos privilégios sociais, não viveu em um palácio, raramente ganhava presentes. Desde sua juventude, conheceu as dificuldades da sua existência.


Perdeu sua mãe aos nove anos de idade, o mundo desabou sobre ele. A solidão tomou conta do seu coração, sendo essa a sua primeira e grande derrota. Abriu um comércio e, aos 31 anos, faliu.
Foi derrotado em uma eleição para o legislativo aos 32 anos, nesse mesmo ano perdeu também o emprego.
Pediu dinheiro emprestado, aos 34 anos, para iniciar um negócio, mas por volta do final do ano falira.


Candidatou-se para deputado estadual, no ano de 1834, e, dessa vez, foi vitorioso. Aos 35, anos perdeu sua noiva que fora seu grande amor. Teve um colapso nervoso aos 36 anos. Perdeu outra eleição para o Congresso aos 43, 46 e 48 anos também. Perdeu uma disputa para o senado, com 55 anos, fracassou na tentativa de tornar-se vice-presidente aos 56 anos.


Perdeu outra disputa, para o senado, aos 58 anos. E, em 1860, Abrão Lincoln, aos 60 anos de idade, conquistou o posto de 16º. Presidente dos Estados Unidos da América. Ele não foi somente o presidente, mas um dos maiores estadistas da história daquela nação. Apesar das derrotas presentes, ele não parou, pois teve confiança.




A verdadeira medida de uma pessoa não é como ela se comporta em momentos de conforto e conveniência, mas como ela se mantém em tempos de controvérsia.
Como viver os nossos sonhos?


Estamos chegando a mais um Encontro com Deus e é momento de você refletir um pouco em todos os sonhos que um dia foi enterrado. Porque através desse Encontro Deus vai restaurar todos os seus sonhos e você vai voltar a sonhar novamente.


SOMOS SONHADOR. Gn. 37:19

Muitos acham que somos especialistas em sonhos.Falam de nossos sonhos de uma forma sarcásticas.

Sonho nos fala de esperança, pois ele é o combustível de nossa esperança.

TENTAM ENTULHAR NOSSOS SONHOS. Gn.21-22

Os irmãos de José tentaram enterrar todos os seus sonhos quando o jogou dentro de uma cisterna.
Muitas pessoas tentam entulhar nosso sonhos, matar nosso sonhos colocando obstáculos e dificuldades em nossos alvos e objetivos.

Os irmãos de José não aceitava a visão que ele tinha de um dia ser uma autoridade sobre seus pais e seus irmãos ( que era representados no sonho pelo sol, lua e pelas as estrelas).Muitas pessoas não aceitam a idéia de nós sonharmos com algo nos torne superior a eles.

E lutam para tentar entulhar nossos sonhos e tentar nos jogar em uma cisterna.

SOMOS PRIVILEGIADO AOS OLHOS DO PAI. Gn. 37:3
A Túnica aponta para uma posição de Privilegio.Seja uma Túnica de muitas cores, de mangas compridas, ou Túnica ornamentada vai sempre apontar para uma posição privilegiada diante de Deus.

Assim como a Túnica talar (até o calcanhar), representava uma posição privilegiada de José aos olhos de seu pai – Saiba que cada um de nós também recebemos uma túnica ou seja uma posição privilegiada diante os olhos de nosso Deus.

A Bíblia diz em Tiago 1:18 – “Segundo a sua vontade, ele nos gerou pela palavra da verdade, para que fôssemos como primícias das suas criaturas”. O Salmo 8:5 – “Pois pouco menor o fizeste do que os anjos, e de glória e de honra o coroaste”. E em Filipenses 4:13 - “Posso todas as coisas em Cristo que me fortalece”.



- Nunca se esqueça que o sonho é o combustível de sua esperança. - Não deixe ninguém entulhar seus sonhos - Nós somos privilegiados aos olhos do pai




Lute pelos seus sonhos também amados.
Deus abençoe!
A Paz do Senhor Jesus!

domingo, 6 de junho de 2010

"O JIPE"




O JIPE


Um jovem cumpria o seu dever cívico prestando serviço ao exército, mas
era ridicularizado por ser cristão.

Um dia o seu superior hierárquico, na intenção de humilhá-lo na frente
do pelotão, pregou-lhe uma peça...

- Soldado Coelho, venha até aqui!
- Pois não Senhor.
- Segure essa chave. Agora vá até aquele jipe e o estacione ali na frente.

- Mas senhor, o senhor sabe perfeitamente que eu não sei dirigir.
- Soldado Coelho, eu não lhe perguntei nada. Vá até o jipe e faça o
que eu lhe ordenei...
- Mas senhor, eu não sei dirigir!
- Então peça ajuda ao seu Deus. Mostre-nos que Ele existe.

O soldado não temendo, pegou a chave das mãos do seu superior e foi
até o veículo.
Entrou, sentou-se no banco do motorista e imediatamente começou sua
oração.

"Senhor, tu sabes que eu não sei dirigir. Guie as minhas mãos e mostre
a essas pessoas a sua fidelidade.
Eu confio em Ti e sei que podes me ajudar. Amém"

O garoto, manobrou o veículo e estacionou perfeitamente como queria o
seu superior.
Ao sair do veículo, viu todo o pelotão chorando e alguns de joelhos...

- O que houve gente? - perguntou o soldado.
- Nós queremos o teu Deus, Coelho. Como fazemos para tê-lo? Perguntou
o seu superior.

- Basta aceitá-lo como seu Senhor e Salvador. Mas porquê todos
decidiram aceitar o meu Deus?

O superior pegou o soldado pela gola da camisa, caminhou com ele até o
jipe enxugando suas lágrimas.

Chegando lá, levantou o capô do veículo e o mesmo estava sem o motor!


DEUS CUIDA DOS SEUS E NÃO PERMITE QUE NINGUÉM NOS HUMILHE.
SEJA VOCÊ TAMBÉM UMA SEMENTE DE JESUS E VOCÊ SEMPRE COLHERÁ O BEM!


Oração:

Espere...

No tempo de Deus (que não é o seu) aquilo que você tanto almeja
ser-lhe-à dado.
Se você está passando por provas, não se desespere.
O Senhor está formando seu carater...
e no tempo certo Ele lhe dará a vitória.
Amém.


Deus tem visto suas Lutas!
Deus diz que elas estao chegando ao fim.
Uma bençao esta vindo em sua direçao.



DEUS É DEUS......

Deus abençoe!

A Paz do Senhor Jesus!

sábado, 5 de junho de 2010

" Teria Você Coragem de Não Amá-lo?"


Por que devo amar a Jesus? Perguntou certo dia um goroto.
Tentando achar uma resposta que satisfizesse a curiosidade do garoto, olhei bem nos olhos dele e indaguei:
- Você gosta do seu Pai?
- Claro que sim, repondeu.
- Mas, você já pensou por que é que gosta do seu pai?
Seus olhinhos se movimentaram de um lado para o outro com uma rapidez extraordinária, e com um sorriso iluminando-lhe o rosto, disse: - Porque ele gosta de mim.
Você entendeu, meu amigo? O amor tem o estranho poder de cativar. O amor gera amor. Ninguém resiste ao magnetismo do amor, e uma das grandes verdades bíblicas é que Cristo nos amou de tal modo que o mínimo que podemos fazer é amá-Lo também.
Mas, por que é que o ser humano não consegue amar a Deus? Sabe o que acontece? As vezes é porque não entendemos o que Ele fez por nós. Falamos constantemente que Ele morreu na cruz para nós salvar, mas temo que não entendemos plenamente o que isso significa. Temos ouvidos tantas vezes essa frase desde quando éramos crianças que é possível que tenhamos nos familiarizado com ela a ponto de perdemos seu verdadeiro significado.
Ouvir um testemunho a algum tempo atrás de uma linda e bonita história de amor.
Em um colégio de seminário onde um dos rapazes mais feios do seminário casou-se com uma das moças mais lindas. Ela era uma das moças que chegaram no mesmo ano que ele no seminário. Os rapazes mais charmosos, mais bonitos, espertos e comunicativos
foram desfilando um a um tentando conquistá-la, sem sucesso.
Um dia tentando conquistá-la procurou um amigo e disse:
- Estou com problemas.
- O que foi? perguntou o amigo.
- Estou amando.
- Parabéns! Isso é fabuloso, não é um problema.
- Espere um minuto - disse ele - estou falando daquela garota.
- Cortou o sorriso e murmurou o amigo dele:
- Bom, aí sim é que é um problema. Você sabe, os rapazes mais charmosos e bonitos do colègio nada conseguiram. Você acha que ela vai olhaar para você?
- Eu sei - disse o rapaz, triste - eu sei disso, mas o que posso fazer se eu a amo?
Os meses foram passando e o amor foi crescendo em silêncio no coração do rapaz.
Na metade do ano, de repende, correram boatos de que ela abandonaria o colégio porque não conseguia pagar as mensalidades.
O garorto apresentou-se ao gerente do colégio e ofereceu-se para pagar as contas da moça ciom o estipêndio que ele tinha ganho vendendo livros. Naturalmente, isto significava para ele a perda de um ano de estudos.
O gerente tentou dissuadi-lo da idéia. Mas não conseguiu. "O dinheiro é meu e eu quero pagar as contas dela. E por favor, não gostaria que ela sabendo quem pagou."
Assim ele abandonou o colégio aquele ano para vender mais livros e continuar estudando no ano seguinte.
Alguns meses depois o amigo dele recebeu dele uma carta comovente! " Você diz que não vale a pena o sacrifício que estou fazendo, que ela nunca olhará para mim, o que você não sabe é que eu a amo e não posso permitir que ela perca um ano de estudos. Eu a amo. Não importa se ela nunca olhará para mim. Eu sou feliz fazendo isto por ela.
No ano seguinte ele retornou ao colégio. Seu amor estava mais maduro. tinha certeza do que sentia e um dia criou coragem e falou com ela.
Abriu o coração e declarou seus sentimentos.
Foi um momento muito triste. Ela não só recusou a proposta como o tratou mal. Alguém procurou então a moça e disse para ela: "Olha, você tem o direito e a escolha de dizer não, mas podia ter sido mais delicada com ele. Não precisava magoá-lo. É verdade que ele é um garoto simples, quase inexpressivo, mas ele ama você de tal modo que o ano passado perdeu o ano de estudo para você não abandonar o colégio, e tudo isso sem querer que você soubesse, sem esperar nada, apenas porque a ama".
A moça ficou chocada. Chorou. Perguntou ao gerente se era verdade e, ao confirmar tudo, sentiu-se ferida e humilhada.
Meses depois o rapaz anunciou:
"Estou namorando-a!"
Todo mundo começou a pensar: "É por pena", "por compaixão". Mas um dia ela disse uma coisa muito bonita. " Quando descobrir o que ele tinha feito por mim senti-me magoada, chateada, ofendida. Mas à medida que o tempo passou, comecei a pensar com mais calma e perguntei a mim mesma: "Será que neste mundo poderei um rapaz que me ame tanto a ponto de sacrificar, em silêncio, um ano de seus estudos sem esperar nada, mesmo sem querer que eu soubesse do sacrifício que ele estava fazendo? "
Ai cheguei a uma conclusão: Como teria coragem de não amar alguém que me ama tanto?"
Essa frase merece ser emoldurada em ouro: " Como teria coragem de não amar alguém que me ama tanto?"
No dia que compreendemos o que realmente aconteceu naquela tarde na cruz do Calvário, sem dúvida, também faremos a mesma pergunta.
Mas o que foi mesmo que aconteceu lá?
Voltemos nossos olhos ao Jardim do Éden. Ao criar Deus o ser humando, deu-lhe uma ordem: "De toda árvore do jardim comerás livremente, mas da árvore do conhecimento do bem e do mal, não comerás; porque no dia em que dela comeres, certamente morrerás"! Nesta ordem estava envolvido o princípio de retribuição.Em outras palavras, a obediência merece vida e a desovediência merece morte. O homem pecou. Todos nós pecamos e em consequência a nossa recompensa devia ser a morte.
Tínhamos que morrer. "O salário do pecado é a morte", mas acontece que o ser humando não quer morrer. Ele pede perdão. "Pai, perdoa-me" - ele clama. Sabe o que ele está querendo dizer? " Pai, e pequei, mereço morrer, mas por favor, nçao quero morrer. esta súplica do homem cria um conflito para Deus porque Ele é Deus e Sua palavra não muda. Se o homem pecou, tem que morrer, mas Ele ama o ser humano, não pode permitir que o homem morra. O que fazer? Se existe pecado tem que existir morte, "sem derramamento de sangue não há remissão".
O homem não quer morrer, então alguém tem que morrrer. Alguém tem que pagar o preço do pecado no lugar do ser humano. É ai que aparece a figura majestosa do Filho. Ele diz: "Pai, o homem merece a morte porque pecou, mas antes de cumprir a sentença quero ir à Terra como homem e viver como ele; quero assumir sua natureza, experimentar seus conflitos, suas tristezas, suas alegrias e tentações. Foi por isso que Cristo veio a este mundo, como uma criança.
Ele não apenas pareceia homem. Ele era um homem de verdade. Como você e como eu. Teve as mesmas lutas que você tem, sentiu-Se às vezes sozinho e incompreendido como você. Experimentou suas tentações e é por isso, e não simplesmente porque é Deus, que Ele está mais pronto a amá-lo e compreendê-lo do que a julgá-lo e condená-lo.
O Senhor Jesus viveu neste mundo 33 anos. A Bíblia diz que "foi tentado em tudo, mas não pecou". Ora, se Ele viveu neste mundo como homem, e como homem foi tentado e não pecou, pelo principio de retribuição Ele merece a vida.
Agora vamos imaginar um diálogo entre Cristo e seu Pai. "Pai - disse Cristo depois de ter vivido neste mundo - Eu vivi na Terra, como um ser humano e fui tentado em tudo mas não pequei. Como ser humando ganhei o direito à vida. O homem, pelo contrário, pecou e merece a morte. Agora, Pai, o princípio de retribuição não impede que haja uma troca. Sendo assim, a morte que o homem merece, quero morrê-la Eu e a vida que Eu mereço porque não pequei, quero oferecê-la ao homem."
Foi isso o que aconteceu lá cruz do Calvário. Uma troca de amor. Alguém morreu em nosso lugar. Alguém morreu para nos salvar.
Uns dias antes da morte de Cristo a polícia de Jerusalém prendeu um marginal chamado Barrabás. O delinquente foi julgado e condenado à pena de morte. Devia ser cravado numa cruz. Esta erta um a morte cruel. Ninguém morre por causa de feridas nas nãos e nos pés. A morte de cruz é lenta e cruel. O sangue vai se acabando gota a gora. Às vezes o marginal ficava cravado vários dias, o sol de dia e o frio à noite, a fome, a sede e a perda paulatina de sangue iam acabandoo pouco a pouco com sua vida.
Depois do julgamento e a condenação, as autoridades chamaram um carpinteiro para preparar a cruz de Barrabás. Ali estava o delinquente e ali estava sua cruz. Preparada especialmente para ele, com suas medidas e com seu nome. Mas naquele dia os judeus prenderam Jesus. Ele também foi julgado e condenado. A história conta que um homem chamado Pilatos, tentando defende-lo, apresentou perante o povo Cristo e Barrabás. E disse: em datas como esta temos o custume de solta um prisioneiro. A quem quereis que eu solte desta vez, Cristo ou Barrabás?
E o povo enlouquecido gritou:
- Solta Barrabás!Crucifica a Cristo!
Acho que se alguém entedeu alguma vez na plenetude do sentido a expressão, "Cristo morreu em meu lugar", foi Barrabás. Ele não podeia acreditar. Talvez beliscasse sua pele para saber se realmente estava acordado ele, o marginal, o homem mal, estava livre. E aquele Jesus, manso e simples, que só viveu semeando amor, devolvendo saúde ao doentes e vida ao mortos estava ali para morrer em seu lugar. Eu imagino que Barrabás pensou: " Eu nunca terei palavras para agradecer a Cristo por ter aparecido se Ele não tivesse vindo,eu estaria condenado irremediavelmente".
Já não havia mais tempo para chamar o carpinteiro e perarar uma cruz para Cristo. Além do mais, ali havia uma cruz vaga com as medidas de outro, com o nome de outro, preparada para outro. E aquela tarde, meu jovem, quando Cristo ascendeu ao monte do Calvário carregando uma pesada cruz - Eu gostaria que você entendesse bem isto - Aquela tarde triste, Jesus estava carregando uma cruz alheia, porque para Ele ninguém preparou uma cruz. Sabe por que? Simplemente porque Ele não merecia uma cruz. Aquela tarde Cristo estava carregando a minha cruz. Era eu que merecia morrer, mas ele me amou tanto que DECIDIU morrrer em meu lugar e me oferecer o direito a vida, que como homem Ele tinha conquistado.
Finalmente os homens chegaram ao topo da montanha. Deitaram a cruz no chão e com enormes pregos atravessaram-Lhe as mãos e os pés. A cruz foi levantada e com o peso do corpo Suas carnes se rasgaram. Um soldado tinha-Lhe colocado na fronte uma coroa de espinhos. O sangue escorria lentamente pelo rosto. O outro soldado Lhe feriu o outro lado com uma lança. Ali estava o Deus-Homem morrendo por amor.
O sol ocultou seu rosto para não ver a miséria dos homens, o céu chorou numa torrente de chuva. Até as aves dos cèus e as bestas do campo corriam de um lado para o outro perscrutando em sua irracionalidade que alguma coisa estranha estava acontecendo. So o homem, a mais bela e inteligente das criaturas, parecia ignorar que naquele instante seu destino eterno estava em jogo.
Horas depois, quando os judeus voltaram para casa, lá naquela montanha solitária, em meio a dois ladrões pendia agonizante o maravilhoso Jesus, entregando Sua vida pela humanidade.
Alguma vez você se deteve a pensar no significado daquele ato de amor?
Não foi um louco suicida que morreu na cruz. Não foi um revolucionário social que pagou por sua ousadia. Era um Deus feito homem e como homem tinha medo de morrer. Possuía o instinto de conservação. Ele tinha tanto medo de morrer que, na noite anterior, no Getsêmani, disse ao Seu Pai:
- Pai, eu tenho medo de morrer.
- Se tivesse outro meio de salvar o mundo, se passasses estas provação de Mim, Eu ficaria muito grato.
E eu tenho certeza que Deus disse:
- Ainda esta em tempo de voltar atrás, Meu Filho.
A vida toda da humanidade estava em Suas mãos. Ele tinha medo de morrer, mas Seu amor era maior do que o medo, maior do que a vida. Como abandonar o homem no mundo de desespero e de morte. É isso que talvez eu nunca consiga entender. Por que Ele me amou tanto? Você entende o significado de sua vida? Você é a coisa mais importante que Cristo tem. Ele o ama de tal maneira que mesmo tendo medo da morte, aceitou-a para vê-lo feliz. Não apenas para vê-lo torna-se membro de uma igreja, mas para vê-lo realizado e feliz.
Voltemos agora ao raciocínio inicial. O homem pecou e merece morrer. Mas Ele vai a Deus e diz:
- Pai perdoa-me.
Em outras palavras:
- Eu não quero morrer.
- Filho, eu não posso mudar o princípio. O salário do pecado é a morte. Não tem outra saída - diz Deus.
- Pai, perdoa-me, por favor, perdoa-me - clama o homem em seu desespero.
Um pastor certa vez contou uma pequena história de quando era garoto.
Diz ele que gostava de pular a cerca e colher as maçãs do vizinho. Um dia a mãe o chamou e, mostrando-lhe uma vara verde, disse:
- Você está vendo esta vara?
- Sim, mãe.
- Se você colher mais uma maçã do vizinho, vou castigá-lo 5 vezes com esta vara, entendeu?
- Sim, mãe.
Os dias passaram. As maçãs estavam cada dia mais vermelhas e o menino não conseguiu resistir à tentação. Polou a cerca e comeu maçãs até ficar satisfeito. O que ele não podia esperar era que ao voltar para casa a mãe estivesse esperando-o com a vara verde na mão. tremeu. Sabia o que iria, acontececer. Quase sem pensar suplicou:
- Mãe, me perdoe.
- Não, filho - disse a mãe - eu falei uma coisa e terei que cumpri-la.
- Mãe, por favor, eu falei uma coisa e terei que cumpri-la.
- Não posso filho, você terá que receber o castigo.
- Por favor mãe, por favor - continuou suplicando com os olhos lacrimejantes.
Que mãe pode ficar insensível vendo o filho amado suplicando perdão?
Ela tomou entre as suas as mãos do filho e perguntou:
- Você não quer receber o castigo?
- Não, mãe.
- Então, só existe uma saída meu filho.
- Qual é?
A mãe estendeu a vara para ele e disse: segura a vara meu filho. Em lugar de eu castigar você com esta vara você vai castigar a mim. O castigo tem que se cumprir, porque a falta existiu. Você não quer receber o castigo, mas eu o amo tanto que estou disposta a receber o castigo por você.
" Até aquele momento eu tinha chorado com os olhos - contou o pastor - naquele momento eu comecei a chorar com o coração. Como teria coragem de bater na minha mãe por um erro que eu tinha cometido?
Você entendeu a mensagem?
É isso que acontece entre Deus e nós quando, depois de pecar, suplicamos perdão. Ele olha com amor para nós e diz:
- Filho, você pecou e merece a morte, mas você não quer morrer. Então, só tem uma saída, Meu filho.
- Qual é ? - perguntamos ansiosos.
- Em lugar de você morrer pelo pecado que cometeu, estou disposto a sofrer a consequencia de seu erro - reponde Ele com Sua voz mansa.
O pastor não teve coragem de castigar sua mãe por um erro que tinha cometido. Mas nós tivemos coragem de crucificar o Senhor Jesus na cruz do Calvário. Continuamos crucificando-O cada dia com as nossas atitudes. E Ele não diz nada. Como cordeiro é levado ao matadouro e como ovelha muda diante doas seus tosquiadores, não abre a baca, não reclama, não existe direitos, não pensa em justiça. Apenas norre, morre lentamente consumido pelas chamas de um amor misterioso, incompreensível, infinito.
Não, eu nunca terei palavras para agradecer o que Ele fez por mim. Eu nunca poderei entender a plenitude de Seu amor por mim. Mas ao levantar os olhos para a montanha solitária e ver pendurado na cruz um Deus de amor, meu coração se enternece e exclamo como a garota do colégio:
"Como teria coragem de não amar alguém que me ama tanto?"
Deus abençoe!
Dani!

quinta-feira, 3 de junho de 2010

"Tailândia"


Tailândia

É um país asiático, dividido entre a Indochina e a península Malaia. É limitado a norte e a leste pelo Laos, a sul pelo Camboja, pelo golfo da Tailândia e pela Malásia, a oeste pelo mar de Andamão e a oeste e norte por Mianmar.
Capital do país: Banguecoque.
Religião: Budismo - 85,3%, Islamismo - 6,8%,Cristianismo - 2,2%,Sem religião ou ateísmo - 2,1%, Outras religiões - 4%.

Uma série de fatores faz da Tailândia um grande alvo de oração de toda Igreja. Não bastasse o Tsunami que atingiu o país no oceano Índico, em 2004, que resultou no alarmante registro de óbitos, em que mais de 5.000 pessoas morreram; e a Gripe Aviária, em 2006, em que cerca de 300 mil frangos contaminados foram sacrificados e 15 pessoas morreram. Em 2010, novos conflitos de ordem política e social eclodiram no país. Por essa razão, mais de 15 milhões de habitantes de Bangcoc, capital, fora outras sete províncias, estiveram sensivelmente expostos aos confrontos e protestos que vêm ocorrendo na região desde março e que foram intensificados nos últimos dias.

Os conhecidos como “camisas vermelhas”, grupos oposicionistas ao governo, maioria de origem pobre, iniciaram o movimento para exigir a renúncia do premiê Abhisit Vejjajiva, e a convocação de eleições legislativas antecipadas. Eles consideram o governo ilegítimo, depois de denúncias de fraudes em diversas eleições, e apoiam o ex-premiê, Thaksin Shinawatra, que deixou o governo após um golpe de Estado em 2006. Até o fim da primeira quinzena desse mês, os confrontos já haviam deixado pelo menos 37 mortos e mais de 100 feridos.
Historicamente, os tailandeses carregam sobre sua cultura a influência da tradição religiosa budista, também a corrupção e práticas egocêntricas do exército, o que serviram para proteger o crime, a prostituição, o tráfico e o comércio de armas ao longo dos anos. Nesse sentido, esses últimos dias de conflito são consequências de um processo prolongado de repressão política. Até o fechamento dessa edição, 6 pessoas morreram e 58 ficaram feridas nas operações do Exército para desalojar os manifestantes oposicionistas e conter os ataques, saques e incêndios na capital, segundo o balanço divulgado pelo serviço de emergência.

O premiê da Tailândia, Abhisit Vejjajiva, diz estar confiante e determinado a encerrar os conflitos e ainda promete que seu governo irá restabelecer a paz e a ordem no país, segundo o portal de notícias G1.
Oremos para que a paz seja uma realidade; para que assim como o significado do nome da Nação, a Tailândia seja realmente uma terra livre de práticas religiosas idólatras, de ocultismo e escravidão espiritual; para que o amor de Cristo seja vivificado nos corações tailandeses e para que a Palavra de Deus seja a motivação das lideranças políticas do país. Clamemos para que nenhum espírito de rebeldia, violência e corrupção tenha influência sobre a população, mas que o Espírito Santo flua com liberdade no meio do povo, derramando sobre eles sua graça e favor.
Deus abençoe!
A Paz do Senhor Jesus!

quarta-feira, 2 de junho de 2010

"Líbia"


Líbia, um milagre da sobrevivência

Localização: Norte da África
Capital: Tripoli
Idioma: Árabe (oficial)
Religião: Islamismo (96,4%), outras 3,4%, sem religião 0,2%.
Restrições: Nenhuma forma de testemunho cristão para os cidadãos líbios é permitida.

A Líbia é conhecida como um estado laico, ou seja, que não sofre influência ou controle por parte da igreja, mas suas lideranças prestam grande apoio ao islamismo. O governo exige respeito às normas e tradições muçulmanas e a submissão de todas as leis à sharia (lei islâmica). Assim, nenhuma forma de evangelismo aberto é possível, sendo que o último posto missionário avançado foi fechado na década de 60. Existe uma crescente liberdade dos estrangeiros, mas os líbios estão fora dos limites do evangelismo. Para os obreiros estrangeiros, insatisfeitos com essa dura forma de contenção do cristianismo, a tentativa de evangelismo aberto pode ser extremamente perigosa, devido às redes da polícia secreta.

Atualmente, a Líbia tem o primeiro melhor Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) do continente africano, e um dia antes de ter sido eleita para integrar o Conselho de Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas (ONU) – apesar de ter deixado muitas organizações desapontadas com a integração – o país passou por uma terrível tragédia. No dia 12, um avião que saiu de Johannesburgo, na África do Sul, se chocou no chão ao tentar pousar no aeroporto de Tripoli, capital do país. O destino dos 104 passageiros e tripulantes, sendo maioria ingleses e holandeses, era o aeroporto de Gatwick, em Londres, mas apenas um menino holandês de 9 anos sobreviveu milagrosamente ao acidente. O Airbus se despedaçou na queda e destroços se espalharam por uma grande área, mas, graças ao favor e misericórdia de Deus, o menino Ruben Van Assouw fez uma cirurgia de reparação dos ossos das pernas que foram quebradas. Ruben continua hospitalizado, mas seu estado de saúde é estável.

Oremos, pois, pela Líbia:
- Para que Ruben Van Assouw se recupere após esse processo tão traumático; pelos familiares das vítimas do acidente, para que sejam confortados nesse momento tão sofrido; pela abertura religiosa, para que o evangelho de Cristo possa ser anunciado e proclamado no país, e que muitas vidas sejam salvas; pelos estrangeiros que pregam o evangelho mesmo sob tantas dificuldades e riscos de vida; para que a censura e opressão acabem; e, também, para que muitos missionários sejam levantados para levar a Palavra e o amor de Deus ao povo líbio.

Deus abençoe!
A Paz do Senhor Jesus!

terça-feira, 1 de junho de 2010

"2 Samuel 22:7-8"


2 Samuel 22:7-8



"Na minha angústia, invoquei o SENHOR, clamei a meu Deus; ele, do seu templo, ouviu a minha voz, e o meu clamor chegou aos seus ouvidos. Então, a terra se abalou e tremeu, vacilaram também os fundamentos dos céus e se estremeceram, porque ele se indignou."

Pensamento: Quando você sente que ninguém se importa contigo e que não existe amor, essa é a hora de recostar-se nos Meus braços e ali encontrar paz. Quando fica desanimado e sente-se um caso perdido, contemple o Meu rosto maravilhoso, e veja que Eu estou sorrindo para você, pois Eu te amo do jeito que você é. Quando sente-se preocupado ou frustrado, corra para Mim, pois serei o seu companheiro perfeito. Se sentir que ninguém consegue entender as dificuldades pelas quais está passando, isso não é verdade, porque Eu sempre entendo. Quero muito saber dos seus problemas e resolvê-los. Essa é a hora de correr para Mim, de Me contar os problemas, o que o preocupa e inquieta, as suas ansiedades, e vou lhe dar as soluções que dissiparão tudo isso.

Oração: Senhor Deus... diante da perfeição do Seu amor, do tamanho das Suas obras e da grandiosidade do Seu poder, só tenho a lhe agradecer pelo cuidado e pela preocupação individual que o Senhor tem com cada um de nós. Prepara este momento especial para que eu possa conversar intimamente com o Senhor, e me derramar na Sua presença. Eu oro em nome de Jesus. Amém.


Deus abençoe!

A Paz do Senhor Jesus!

domingo, 30 de maio de 2010

"2 Coríntios 1:5"




2 Coríntios 1:5

"Porque, assim como os sofrimentos de Cristo se manifestam em grande medida a nosso favor, assim também a nossa consolação transborda por meio de Cristo."

Pensamento: Quem de nós nunca precisou de um consolo em meio a tribulações, é um momento para desabafar e reanimar. Mas o verdadeiro consolo é aquele que vem de Deus, nos enche de paz, e permanece em todo o tempo, nos vivifica, da forças e alegria mesmo na tribulação, faz-nos sentir seguros, não termos medo seja qual for o inimigo. Que nunca percamos a esperança em nosso Deus, que estejamos sempre buscando de seu consolo através de Jesus nosso Salvador.



Oração: Senhor Deus, obrigado por estar presente em todos os momentos da minha vida, obrigado porque nas horas mais difíceis eu sinto que o Senhor está mais próximo, me sustentando, me consolando, me guardando, me livrando do mal, trazendo a paz mesmo em meio às dificuldades, a paz que só Jesus pode trazer aos nossos corações. Obrigado Senhor, porque eu sei que minha luta é passageira, logo eu poderei testemunhar o livramento e a vitória que o Senhor trouxe a mim. Eu oro em nome de Jesus. Amém.


Deus abençoe!


A Paz do Senhor Jesus!


sábado, 29 de maio de 2010

"É chegado o Reino de Deus. "


É chegado o Reino de Deus.

Atos 28: 23
23 – E, havendo-lhe eles assinalado um dia, muitos foram ter com ele à pousada, aos quais declarava com bom testemunho o reino de Deus, e procurava persuadi-los à fé em Jesus, tanto pela lei de Moisés como pelos profetas, desde a manhã até à tarde.





Desde o capitulo 21, Paulo está se defendendo. Ele está preso em Roma, onde foi dado a ele o direito de uma prisão domiciliar. Ele está vivendo em uma casa alugada e vigiada por guardas.


Ali ele podia receber pessoas. Ele então convoca os judeus que moravam naquela região de Roma e apresenta seus argumentos. Com essa estratégia, Paulo trouxe para sua “casa”, um grande número de pessoas. Mas o que ele falava ali?


No versículo citado acima Paulo fala a respeito do Reino de Deus. Se tivéssemos que destacar a idéia central da Bíblia, um tema central, de Gênesis a Apocalipse, o tema central deste livro não é Deus, Jesus, Céu ou tampouco Salvação. Não é inferno ou homem. O Reino de Deus é o tema central da Bíblia.


Sabe como Jesus começou seu ministério: Falando do Reino de Deus. Em Marcos, capitulo 01 lemos sobre o Reino de Deus que está chegando, por meio de Jesus. Como João Batista, o filho de Deus tem o objetivo de estabelecer o Reino de Deus.


Na carta aos hebreus, Jesus veio estabelecer os princípios de Deus, a ordem d’Ele, em outras palavras, o Reino de Deus. Em Gênesis, lemos que a Terra era sem forma e vazia. Do grego, a palavra CAOS significa algo não estabelecido, não formado. Não havia ordem, nem separação de nada. Era uma terra desorganizada. Nada funcionava. Não existia nenhuma espécie de vida, nenhum átomo que funcionava de fato, elétrons, prótons e tudo mais estava sem ordem.


Então Deus cria o “cosmos”, que tem a mesma origem da palavra hoje conhecida como cosméticos. Deus criou a beleza, a perfeição. A verdadeira essência da palavra cosméticos é aperfeiçoar a beleza e não mascarar o feio. O sentido é proporcionar saúde e o saudável é bonito, belo. O que é saudável é bonito. O conceito para mascarar não é o sentido verdadeiro. É dar saúde o que é correto, fazer melhor.


Quando a Bíblia diz que Deus criou um Reino, significa que Ele tomou o que era sem forma e vazia. Deus disse, haja e tudo veio a existir. Deus criou o cosmos, o perfeito, e o maravilhoso.


No hebraico significa “Shalom” e fala de paz, da perfeição de Deus está contigo. Onde há ordem há justiça e ai então existe paz. Tudo em todos é o conceito de Shalom.


E qual é o conceito cristão para mundo? Paulo falava disso para os judeus. Os gregos tinham o conceito cosmo e os hebreus, é paz.


Jesus disse que veio trazer vida. (João 10:10) Na verdade ele estava trazendo paz ao mundo, inclusive do homem interior. Jesus veio para restabelecer a ordem no homem e no Planeta. Veio para restaurar todo o Universo. No momento de queda, o homem quebrou a ordem divina de antes. Causou problemas para si e para todo o Universo. Jesus veio para restaurar toda a Criação. Jesus interfere no Universo natural e coloca em ordem tudo o que o homem tinha tirado do lugar.


Agora, Ele afeta o Universo interno de cada pessoa, o seu interior. Tirando todo fardo das costas e aliviando suas cargas. A mulher que seria apedrejada recebeu a absolvição. Por quê? Ele veio liberar perdão para o interior de todos.


Paulo dizia: o Reino de Deus chegou. Era isso que Jesus ensinava. Na oração do Pai Nosso lemos que o Reino de Deus deve vir e ser feita a vontade dele como é feita no céu. Ore para que o Reino de Deus se estabeleça. Que seja reabilitada a vontade de Deus e o Reino dele aqui. Quando oramos o Pai Nosso, pedimos que venha o Reino de Deus em todos os lugares, de todas as formas, em cada coração.


Esta era a mensagem da igreja em Atos. Depois de ressuscitado Jesus ensinou durante 40 dias sobre o Reino.


Atos 8 – As boas Novas do Reino de Deus são anunciadas.

Atos 14:22 – Eles voltam pregando sobre o Reino.

Atos 20:25 – Durante 3 anos é comunicado o Reino de Deus.

Atos 28:23 – De manhã ate a noite se fala das Boas Novas. O tema central da Bíblia é o Reino de Deus, boas notícias. As pessoas não davam às outras uma noticia de condenação. Muitas vezes perdemos muito tempo falando disso: condenação. As vezes falamos de advertência, cuidado para você não ir para o inferno. Outras vezes fazemos uma mensagem de pelo: você deseja aceitar Jesus?



A mensagem da igreja de Atos era uma mensagem de boas noticias: o Reino de Deus está entre nós, ele chegou. A mensagem de Paulo tinha 3 temas.


1 – Quem é Deus? Aquele que se revelou em Jesus. Mais importante que dizer que JESUS é igual a Deus, é saber que DEUS é igual a Jesus. O filho é a manifestação do pai. Quem quiser ver o pai precisa olhar para o filho, porque eles são um. Paulo estava dizendo que Deus é igual a Jesus e então falava dos seus milagres, da sua ressurreição. Anunciava aos judeus um Deus de poder, mas também um Deus que possui muito mais amor que poder. Jesus não impõe com violência o seu discipulado. Mesmo sendo afrontado, Jesus não reagiu aos tapas, chicotadas e cuspidas. Ele não reagiu ou se defendeu porque era pleno de amor. Aqueles que o acusaram (humanidade) foram o maior alvo do amor de Deus.


Por falar em perdão, é fácil perdoar. As vezes até perdoamos, mas entregamos nas mãos de Deus para que ele se vingue por nós. É fácil perdoar uma pessoa. Difícil é pedir que Deus o perdoe também. Porque no mais profundo do nosso ser queremos que Deus se vingue por nós. Que nível de perdão é esse que vivemos?


Não é esse o exemplo de Jesus por nos. Se Jesus tivesse nos colocado nas mãos de Deus estaríamos perdidos. Jesus preferiu perdoar e morrer a perder você. Ele quis dar a sua vida para salvar a minha e a sua vida. Você compreende isso? Deus não está contra você. Deus quer amá-lo. Ele não quer vingar nada na sua vida, quer apenas amá-lo. Não somos inimigos de Deus.


2 – Relacionamento com Deus. Os deuses das outras nações prezam pelos súditos, pelos servos, pelas oferendas e sacrifícios. Eles querem gente nas encruzilhadas oferecendo animais, velas, comidas e longos tempos de jejum. Os de outras nações você se aproxima deles pagando alguma coisa. Com muito custo ele poderá dar alguma coisa a você. Paulo fala de um Deus que abençoa. Quando você o convida para ele aceita o convite. E quando ele vem você não precisa ter medo. Você vai dizimar não porque precisa de algo em troca, mas porque você o ama e com o dizimo você pode participar até de forma material da expansão do Reino. Quando você o convida, ele vem. Ao entrar, algumas coisas precisam mudar. Algumas pessoas têm medo dessas mudanças. Alguns não aceitam. Mas quem deixa Deus amá-lo não tem medo de nada. “O verdadeiro amor lança fora todo medo”. não tenha medo de ficar sem dinheiro, de coisa nenhuma. Deixe ele mudar na sua vida o que for preciso e que ele estabeleça a vontade d’Ele que é boa, perfeita e agradável.


3 – Deixa Deus te amar. Isso dará outra dimensão para a sua vida. Quando Deus entra você passa da morte para a vida. Você entende realmente o que é viver. Se Deus entra na sua casa tudo é mudado e todas as feridas são curadas. Quando você abre o coração para ser amado, isso dá sentido à sua vida. Paulo conclui no fim da sua vida que mais nada tem valor, tudo é como esterco e sem valor se não tiver Jesus.


Quando recebemos Jesus em nossas vidas, passamos a amar os outros. Mesmo que sejam chatos. O sintoma de Deus agindo na sua vida aparece quando você começa a desejar as vidas. Quando o Reino de Deus chegou na vida de Paulo ele só sabia viver como Jesus, falando de Jesus, do seu amor, o tempo rodeado por pessoas.

“Ai de mim se não falar do amor de Deus”.

Atos 28 diz que muitos acreditaram em Paulo e outros não. Alguns creem, outros não. E quanto a estes últimos? Continuarão a tocar suas vidas como antes. Os que acreditam começarão a se reunir e andar juntos, falando do amor de Jesus porque o Reino de Deus chegou para eles. Não é a igreja que transforma, mas o Reino de Deus que muda a vida das pessoas.


A mensagem de hoje é que o Reino de Deus chegou e você pode participar e deixar ser amado, ser curado, transformado. Deixe Deus agir e que a vontade d’Ele seja estabelecida. O verdadeiro amor dará toda segurança.


Deus te abençoe!
A Paz do Senhor Jesus!

sexta-feira, 28 de maio de 2010

"O Reino de Deus é chegado"


O Reino de Deus é chegado

Texto Básico:
Mateus 6: 33 – Buscai pois em primeiro lugar o Reino de Deus e sua justiça e as outras coisas vos serão acrescentadas.

Jesus tinha prioridades. E essas prioridades devem ser as mesmas para sua vida. O texto acima descreve sobre a prioridade da sua vida: buscar o Reino de Deus. Não procure a sua volta ou pela direita ou esquerda. Jesus disse que o Reino está dentro de cada um.


Buscar o reino significa atrair toda a justiça de Deus. Antes da prosperidade vem o Reino de Deus. Jesus nunca pregou sobre prosperidade. Por que não? Ele apenas falava sobre Reino, porque neste lugar, um território governado por um Rei, riquezas e prosperidade são naturais. A reputação de um Reino está associada à qualidade de vida de um povo.


Deus deseja qualidade de vida para seu povo, contudo é necessário que o Reino de Deus se estabeleça na sua vida. Precisamos fazer parte desse Reino e pensar da forma do Reino. Todos sabem de cor esse texto. Buscar primeiro, buscar primeiro. Porém, ao amanhecer buscamos as coisas que já estão incluídas no “e as outras coisas vos serão acrescentadas”. Hoje, invertemos a ordem das coisas.


Mateus 10:7 – “pregue essa mensagem”. A mensagem de que o Reino de Deus é chegado. Também na sua vida. O contexto era de um lugar onde as pessoas não tinham pastor. Essa deve ser nossa mensagem e prioridade. Quando enxergar a frustração, sentir o desânimo, lembre-se: você está no REINO e essas coisas não podem existir no Reino de Deus.


Jesus pregava por parábolas, por quê? Para que aqueles que não entendam, continue assim. Aquele que entende, entenda muito mais. Aquele que é do Reino entende as coisas que são do Reino. Aquele que muito tem, Deus dará ainda mais.


A mensagem de João Batista era de arrependimento por causa da proximidade do Reino. Jesus tinha a mesma necessidade, pregar o Reino. Quando todos entenderem que existe um governo espiritual que está acima de tudo e todos, ai então virá o Fim. Quando todos souberem que o Reino de Deus chegou e puderem decidir quanto a optar por ele, Jesus voltará. Não são as calamidades, mas a proximidade do Reino.


A Bíblia fala do Rei, do Reino, da família do Reino e até da expansão desse Reino. O Reino de Deus é paz, alegria e justiça e que pode ser levado a outras pessoas. A perda do Reino, em Adão, foi restaurado em Jesus, que segundo o escritor do livro de Hebreus é o novo Adão.


Em Salmos 145:13 lê-se que o Reino é eterno. Nosso problema é que dentro de nós não há entendimento sobre a Monarquia, porque vivemos numa Democracia. Não entendemos essa forma de governo. É um paradoxo para nós e, portanto, é necessário quebrar esse paradigma dentro de nós.


Um Reino não é bebida, comida ou prosperidade. Na verdade, tudo isso e muito mais já existe no Reino e vem com ele. A grande ideia de Deus foi formar outro território para expandir seu Reino que está nos céus. A colonização deste Reino se deu na Terra. Quando Deus formou a Terra, do caos, do nada era o objetivo d’Ele estabelecer aqui, tudo o que já existia no Céu. Por isso, Jesus é chamado de segundo Adão, porque Ele veio para restaurar o que havia sido perdido no Éden. Tudo o que Deus tinha nos céus ele quis estabelecer na Terra. O plano de Deus é trazer o celestial para o terreno. A Bíblia fala o tempo todo dessa colonização espiritual. Na oração do Pai Nosso, ao ensinar os discípulos a orar Jesus ensina que o Reino deve ser estabelecido, declarando a soberania de Deus que é tremendo e poderoso.


Colonização refere-se à expansão do Reino de Deus. Expandir sua cultura para outro território. Qual é a sua cultura hoje? Você está no mundo, mas não é daqui. Como cidadão do Reino, embora no mundo, não se deve comportar como um mundano. Se o mundo está se tornando como você, você é agente do Reino. Você faz parte do Reino. Quando este Reino chega, ele transforma tudo ao seu redor, transforma vida, roupas e costumes. O que o Reino tem transformado em nós? Ou será o mundo que tem feito isso?


Reino traz impacto e transformação. Onde nós estamos tem havido transformação por causa do Reino? Estamos dominando ou sendo dominados? A história é mudada quando o Reino chega. O reino de Deus está dentro de mim para causar transformação. Não importa onde você esteja você é cidadão dos céus. Cidadão do Reino.


Existe uma lista para estabelecimento do Reino. Um território para se instalar: minha vida, dentro de mim. O Reino também tem uma linguagem. A linguagem do Reino, de quem já vive dentro da prosperidade, sob a paz e justiça. Todo Reino tem leis. A Lei do Reino de Deus é amar o próximo, essa é a cultura dos céus. Mesmo sendo pecadores, Jesus morreu por nós. Jesus não para de perdoar. E a cultura do Reino é que você dê a outra face, caminhe mais uma milha com seu irmão.


Nosso pensamento de mundo nos estimula buscar as coisas do mundo. Jesus diz que não devemos nos preocupar. Se Deus alimenta os animais, muito mais dará a você que é do Reino. Buscai primeiro o que é do céu. O Senhor suprirá todas as necessidades em Cristo. Se a Bíblia te chamou como embaixador dos céus, estamos representando o Reino de Deus aqui na Terra. E Deus precisa zelar pela sua reputação. Busque encontrar a cultura de Deus, um novo conjunto de valores, um novo código moral. Que sua influência seja aumentada.


Salmos 115:16 – o mais alto céus pertencem a Deus, mas Terra ele deu aos homens. Lá no NT diz que tudo será ligado ou desligado na terra será da mesma forma nos céus. O que você prender ou liberar assim será feito. A chave do Reino, a chave dos céus é dada a você nesta noite. Abra as portas do Reino e deixe que se expanda por onde você estiver. Que sua influência aumente da mesma forma que o Reino avance por este mundo. O Reino de Deus é chegado sobre nós.


Deus te abençoe!
A Paz do Senhor Jesus!

terça-feira, 4 de maio de 2010

"Maranhão "

Maranhão
Conhecida por sua espontaneidade e júbilo, ess
a terra agora chora por sua desolação em razão das chuvas

Capital: São Luiz.
Localização: nordeste do país.
Religião: manifestações diversas da fé.

Maranhão e seu contexto espiritual
O belíssimo cenário geográfico do Estado (mais precisamente da Capital), composto por dunas, rios, lagos e manguezais (só para citar uns poucos cenários, sem deixar de lado, claro, os lençóis maranhenses) parece ser apenas um detalhe à parte frente a todo um quadro e contexto sócio-espiritual, que também é parte do Estado. Em razão de sua própria história, Maranhão já fora palco de disputas, conflitos, movimentos sociais, políticos e religiosos, além de uma infinidade de outras questões tão delicadas que parecem afetar, para melhor ou pior, toda uma população no seu modo de ser, agir e de fazer as coisas.

A mesma espontaneidade, descontração e alegria que marcam esse povo

– característica essa inclusive presente da culinária às danças típicas regionais

– também parece ser precedente para situações um tanto quanto delicadas no que diz respeito à religiosidade, e que também fazem referência ao seu contexto espiritual.

Talvez pelo fato de ser um dos estados mais miscigenados do país, Maranhão é também palco de diversas manifestações religiosas, a ponto de o turismo religioso ser um dos atrativos, graças aos monumentos e às festividades.

Isso por si só já é um ponto de destaque para que oremos por esse estado, visto que nem sempre essas manifestações parecem compactuar com o verdadeiro culto, devido apenas ao único merecedor de toda honra e glória: Jesus Cristo.

Ainda que estatísticas de 2007 deem conta de que o número de evangélicos estaria na casa dos 35% para uma população (nesse período, apenas na Capital) de 870 mil, ainda parece cedo para se comemorar.

Claro que não dá para negar que esse número provavelmente já deva ter crescido, graças a ação e influência da Igreja de Cristo no Estado, que tem se fazido presente não só no evangelismo, mas em atos de ação social, de ajuda ao próximo.

Mas a situação ainda parece inspirar cuidados. E mais que isso. Deve ser motivo de oração.

E justo pelo quadro de fragilidade, insegurança e temor que agora vive a população em razão de um temporal que atingira em cheio o Estado na semana passada, desabrigando mais de 22 mil pessoas. Clamemos, pois, por esses desabrigados e pelas autoridades, a fim de que elas encontrem meios e mecanismos de socorrer a população acuada e aflita, vítima da chuva. E ainda por todo o Estado em relação ao seu contexto espiritual.

Para que essa mesma espontaneidade expressa na tradição e cultura desse povo também seja precedente e marca conhecida não em razão das próprias festividades (que infelizmente parecem ser a porta aberta para o pecado em todos os sentidos), mas, principalmente e acima de tudo, de um transbordar do Espírito Santo na vida de todos – como consequencia do mover de Deus salvando e curando esse povo.

Maranhão é o alvo de nossas intercessões.

Clamemos:
- pelos desabrigados da chuva e por toda a população, que parece temer novas chuvas;
- pelas autoridades e pelo Governo, a fim de que encontrem formas e recursos de auxílio às vítimas da enchente;
- pelas famílias que choram pela perda de casa, bens e recursos, a fim de que sejam consoladas e amparadas, em todos os sentidos, que não só o natural, mas principalmente o espiritual;
- por cada um da população que ainda não ouviu do evangelho da graça, a fim de que sejam alcançados por ele;
- por toda a Igreja de Cristo, a fim de que ela se mostre ainda mais efetiva e eficaz na sua missão de ser sal e luz para uma sociedade perdida sem Cristo.

Paz do Senhor Jesus!

Deus abençoe!

segunda-feira, 3 de maio de 2010

"Islândia "



Islândia



O vulcão que provocou caos por causa de uma nuvem negra formada sobre o país deixa agora uma fumaça de preocupação com o que estamos fazendo com o mundo.

Localização: extremo norte do oceano Atlântico.
Capital: Reykjavík.
Idioma: Islandês (oficial).
Religião: Cristianismo 96,4% (protestantes 88,5%, outros 9,6% - dupla filiação 1,7%), sem religião e ateísmo 2,2%, outras 1,4%.
Restrições: há liberdade religiosa no país.

A palavra que dá nome ao país significa ‘terra do gelo’, o que soa contraditório tendo em vista a quantidade de lavas extremamente quentes expelidas do centro da terra numa erupção vulcânica ocorrida no dia 14 do mês corrente. A Islândia, segunda maior ilha da Europa, possui uma série de vulcões ativos, mas o vulcão Eyjafjallajokull entrou em erupção após quase 200 anos inativo, e liberou intensa massa de fumaça negra e tóxica e um vapor branco, que derreteu parte de uma geleira, provocando uma inundação e meaçando pontes e rodovias, além de desabrigar cerca de 700 pessoas que residiam próximo a região da erupção fervente na ilha. Pensar que o país com o terceiro maior Índice de Desenvolvimento Humano (IDH/2009) – ou seja, um dos mais privilegiados na soma comparativa entre riqueza, alfabetização, educação, esperança de vida, natalidade e outros fatores – é também um dos mais citados na mídia pelas consequências desastrosas de uma erupção vulcânica que já atinge a economia mundial e a vida de tantas pessoas que ficaram espalhadas em aeroportos de vários países em razão da impossibilidade de retornarem para casa por causa da periculosidade do tráfego aéreo, o que faz com que tudo pareça ainda mais antagônico. Depois de terem sido cancelados quase 100 mil voos em mais de 300 aeroportos da Europa, o vulcão continua em atividade estável, sem risco de novas erupções segundo informações divulgadas.
Para além do natural, a realidade é que, seja por meio de terremotos, chuvas torrenciais, ventos arrasadores, vulcões ou outros fenômenos da natureza, o centro da terra está literalmente “regurgitando” (expelindo) os maus tratos, a super exploração dos recursos naturais, a ignorância humana, a falta da manifestação do amor vivido por Jesus e disseminado ao mundo pelo seu sangue na Cruz. Tais fatos também sinalizam um novo tempo em que, como cristãos, somos chamados a viver intensamente esse momento que aponta para um Cristianismo mais ativo e presente, preocupado com o todo, em resposta ao seu chamado para ser Reino, inteiramente dependente e provido de guerreiros submissos, que tanto esperam pela volta de seu Rei. A oração e intercessão pelas vítimas das calamidades que estão acontecendo no globo devem ocorrer, aliando a intercessão a ação, mobilizando vidas em favor de outras vidas que estão passando por tantas dificuldades. O testemunho cristão desse tempo chama-se atitude. Enquanto alguns olham apenas para os sinais do fim dos tempos, a Igreja de Cristo está alerta, se preparando para uma vida nova em Cristo, em que o amor, a solidariedade e a ação em favor dos “pequeninos” é uma constante maior em nossos dias. Oremos pela mobilização da Igreja e pelos que sofrem no mundo todo. Incluindo a Islândia.


Paz do Senhor Jesus!!


Deus abençoe!

domingo, 2 de maio de 2010

Colossenses 1.10-11


"Para que vocês vivam de maneira digna do

Senhor e em tudo possam agradá-lo, [...]

sendo fortalecidos com todo o poder, de acordo com a força

da sua glória, para que tenham toda a

perseverança e paciência com alegria."
Colossenses 1.10-11
Medite na palavra do Senhor e veja o que ele tem para falar.
Paz do Senhor Jesus!
Deus abençoe!

domingo, 4 de abril de 2010


O verdadeiro significado da Páscoa

É sempre a mesma coisa. Milhares e milhares de toneladas de chocolate. Sábado, à tarde, e até mesmo no próprio domingo é aquela correria. Compra-se de tudo. Até ovos amassados. O Brasil, o maior país católico do mundo, onde graças a Deus essa história já está mudando, pois é um dos países onde o cristianismo mais cresce, ano após ano, bate o recorde no consumo de ovos de páscoa. Qual o verdadeiro significado da Páscoa? Será que nossas crianças sabem o verdadeiro significado? Será que nós sabemos o que significa a Páscoa?


A palavra Páscoa do hebraico é Pessach que significa passagem ou até mesmo que significa passar por cima – no sentido de relevar, pular além da marca ou passar sobre.

A primeira aparição desta palavra está ligada à saída do povo judeu do Egito.
Os eventos da Páscoa teriam ocorrido durante o Pessach, data em que s judeus comemoram a libertação e fuga de seu povo escravizado no Egito.
Quando Deus ordenou ao anjo destruidor que eliminasse todo o primogênito da terra do Egito, a casa que tivesse o sinal do sangue do cordeiro não seria visitada pela morte (Êxodo 12:1-36). Então, os Judeus passaram a celebrar a páscoa, em comemoração à saída do Egito, a passagem para a liberdade. Todos os primogênitos egípcios morreram. Os hebreus foram preservados pela obediência e pela observância da ordem: Aspergir o sangue.

É necessário restaurarmos o verdadeiro significado da Páscoa e da Ceia do Senhor. Historicamente, vemos que os reis Ezequias (2Crônicas 30) e Josias (2Reis 23:21-23), restauraram em seus reinados a celebração da Páscoa, Deus se agradou e abençoou o povo. É preciso resgatar os verdadeiros significados da Páscoa e da Santa Ceia do Senhor.

A partir de Jesus Cristo, essa celebração foi substituída pela Ceia do Senhor, com o pão e o vinho, em Sua memória. Não mais para relembrarmos a saída do Egito (estado), mas para sempre nos lembrarmos da saída do egito do pecado, e da liberdade que há na sua morte e ressurreição.

Hoje após a morte e ressurreição de Jesus, Ele se tornou a nossa Páscoa. 1Coríntios 5:7: “Expurgai o fermento velho, para que sejais nova massa, assim como sois sem fermento. Porque Cristo, nossa páscoa, já foi sacrificado”.
Além da forma pagã de comemoração da páscoa e da Santa Ceia (com coelhos de pelúcia, ovos de chocolate), há a forma católico-romana que admite que na consagração da missa, o pão e o vinho da Ceia do Senhor se transformam realmente no corpo físico de Cristo. A isto se chama transubstanciação. Tal teoria é teologicamente infundada, e só pode persistir o nde a tradição e os dogmas são superiores à palavra. Assim como Jesus Cristo disse ser a porta, e nem por isso ele se transformou em uma porta de peroba ou ferro (videira, o pão, o caminho), também o pão e o vinho não se transformaram em carne e sangue. Como os judeus, com as suas rigorosas leis dietéticas comeriam carne e beberiam sangue humano? Ser cristão seria transformar-se em antropófagos? Muitos sãos os exemplos que poderíamos citar para combater essa teoria católica.
Precisamos resgatar esses valores. Onde está o Cristo crucificado? Não se trata de santificar ou idolatrar a data no calendário, trata-se de recordarmos de onde éramos e o que Deus nos fez para nos tirar de lá. Devemos santificar essa data em nosso coração. Essa lembrança, contudo, não pode se restringir aos dias de Santa Ceia (ou na semana santa), ou uma vez por ano. Não. Esse sentimento deve estar diariamente em nosso coração.
A Ceia do Senhor, é um cerimonial instituído por Jesus Cristo (Paulo diz: “Porque eu recebi do Senhor o que também vos entregue...”), e sua preocupação com a preparação, demonstra a importância dessa celebração solene. Marcos 15:13-16: “Enviou, pois, dois dos seus discípulos, e disse-lhes: Ide à cidade, e vos sairá ao encontro um homem levando um cântaro de água; seguí-o; e, onde ele entrar, dizei ao dono da casa: O Mestre manda perguntar: onde está o meu aposento em que hei de comer a páscoa com os meus discípulos? E ele vos mostrará um grande cenáculo mobiliado e pronto; aí fazei-nos os preparativos. Partindo, pois, os discípulos, foram à cidade, onde acharam tudo como ele lhes dissera, e prepararam a páscoa”.
Jesus poderia simplesmente dizer: Vamos comer de qualquer jeito. Vamos comer em qualquer lugar. Ali embaixo da árvore mesmo, ou, na casa de alguém de vocês. Não. Jesus Cristo desejou algo especial, um aposento especial, para uma ocasião especial. A pessoa que cedeu o lugar foi alguém escolhida especialmente para esse serviço.

É como se Jesus perguntasse: “Onde está o aposento? Onde está o lugar no teu coração para que Eu tenha comunhão com você? Onde?”. Deus através de Jesus Cristo quer ter intimidade conosco. Ali naquela sala, somente estavam os homens escolhidos por Jesus. Existe um lugar em seu coração para ele?

Que nos venhamos realmente colocar em nossos corações o real significado da Páscoa, e que não seja apenas nesta data mais que todos os dias nos venhamos a lembra da importância da ressurreição de Cristo Jesus.

Deus abençoe!
Paz do Senhor Jesus!

sexta-feira, 2 de abril de 2010

Isaías 53.4-5


Isaías 53.4-5

"Certamente ele tomou sobre si as nossas enfermidades e sobre si levou as nossas doenças;
[...] mas ele foi transpassado por causa das nossas transgressões, foi esmagado por causa de nossas iniquidades;
o castigo que nos trouxe paz estava sobre ele,
e pelas suas feridas fomos curados. "


Todo o capítulo 53 do livro de Isaías é maravilhoso,
e nos ajuda a compreender o significado do sacrifício de Cristo por nós. Ali está descrito, profeticamente,
o que aconteceria no momento da crucificação.
A cada versículo somos inundados pelo amor demonstrado por alguém que,
sendo totalmente livre de culpa,
assumiu o peso das nossas iniquidades, transgressões,
enfermidades, simplesmente por amor.
Que nesta semana em que se comemora a paixão e a ressurreição de Cristo, possamos refletir sobre esses acontecimentos e,
também,
se temos vivido de maneira que agrade a Ele.

Paz do Senhor Jesus!

Deus Abençoe!

sábado, 13 de março de 2010

"A ansiedade nossa de cada dia "

"A ansiedade nossa de
cada dia"
Março é o nosso mês. Mês de comemoração do Dia Internacional das Mulheres. Pelo menos é quando o mundo se lembra de nós. Nem que seja para vender alguma coisa.

Nós podemos celebrar a liberdade religiosa que temos no Brasil, a troca de pedidos de oração, a comunicação, a possibilidade de compartilhar alegrias e tristezas no meio da rua. Sei que somos gratas a Deus pelo privilégio de carregar nossas Bíblias e adornar nossas igrejas. De abençoar nossos filhos e maridos publicamente, em alto e bom som. De orar em hospitais, presídios e centros de tratamento. De dar um "Glória a Deus" no trânsito, por exemplo, e de ter disponíveis inúmeros programas de televisão e rádio onde o evangelho é compartilhado.

Vamos pensar nas mulheres da Bíblia. Sara, Ana – mãe de Samuel, Ester e Maria. Não tinham nosso conforto: sem máquina de lavar roupa, telefone, computador, celular. Nem imagino como passavam roupa, se é que faziam isso. Doenças tipicamente femininas, nem sei como tratavam. Eram mulheres como nós e, entre diversas coisas que nos unem, ouso dizer que uma é inerente a todas nós, independente de cor, época, situação geográfica, adesão religiosa: a ansiedade. Você reconhece esse sentimento que nos tira o sono, a beleza e acima de tudo o equilíbrio? Que nos leva a murmurar, reclamar e, muitas vezes, pecar?

Quanta ansiedade Sara e Ana não passaram por causa do desejo de ter filhos. Quantas lágrimas derramadas e noites mal dormidas! Ester, quando foi confrontada, imagine como ficou! E Maria, ao receber a visita do anjo anunciando sua gravidez! Elas tinham motivos suficientes para estarem ansiosas, aflitas, angustiadas. E nós também temos. O segredo é o que fazemos nesses momentos de ansiedade e expectativa. Respiramos fundo e oramos antes de agir ou abrimos nossa boca e já começamos a despejar o fruto de nossa ansiedade? Frutos ruins, digamos. Em Provérbios 15.1 está escrito: "A resposta branda desvia o furor, mas a palavra dura suscita a ira".

Que possamos memorizar esse versículo e lembrar dele a todo instante. Que nesse mês de celebração às mulheres possamos nos unir ainda mais em oração umas pelas outras. E todas nós, juntas, por aquelas que sofrem silenciosas e muitas vezes não têm nem como reagir e tampouco como manifestar sua ansiedade e expectativa. E lidam com isso, sendo totalmente dependentes de Deus.

Parabéns, mulheres! Mulheres de oração.
Deus abençoe!!
Paz do Senhor Jesus!!

quinta-feira, 11 de março de 2010

"Egito "


Egito

O evangelho da graça numa nação prostrada e entregue ao Islamismo

Capital: Cairo
Localização: Nordeste da África
Idioma: Árabe
Religião: Islamismo: 88%. Cristianismo: 12% (população cristã é de 11,3 milhões)
Restrições: As perseguições são severas. A conversão de muçulmanos não é permitida e os convertidos ao Cristianismo podem ser presos e marginalizados.

África e seu contexto espiritual

A população egípcia é majoritariamente islã, já que é a religião do Estado. E ser cristão nesse contexto é tarefa mesmo arriscada – com pena inclusive de morte. Eles são cerceados em sua liberdade de expressão e de sua fé, até mesmo na hora de evangelizarem. A perseguição é severa, incluindo marginalização, prisões, tortura e até morte. Segundo informações do site Missões Portas Abertas, cristãos estrangeiros podem enfrentar perseguição, prisão ou mesmo extradição. Segundo informações de Patrick Johnstone e Jason Mandryk, na obra Intercessão Mundial (Ed. Horizontes América Latina, pág. 245), a Igreja vem sobrevivendo a quase 2000 anos e discriminação e por mais de mil anos o Egito foi um país de maioria cristã.

O Egito carece de nossas orações. Oremos pois:

- Pelos muitos familiares que perderam entes queridos e amigos nesse tão terrível acidente de trem.
- Pela Igreja no País, que sofre por não poder expressar-se pela causa do Evangelho em razão das constantes retaliações que sofre.
- Pelos nossos irmãos que lá permanecem em razão de seu chamado e sua paixão pelas vidas perdidas e opressas pelo islamismo.
- Pelos inúmeros conversos ao islamismo, a fim de que o Pai os alcance com Seu amor e Sua misericórdia. E também pelos novos convertidos, que enfrentam pressões e ameaças e convivem, em razão desse contexto, com a solidão e o perigo constante.
- Por mais liberdade de pregação do Evangelho e expressão da fé.



Boa Notícia:
Fundo quer ter patentes para fabricar remédios baratos para países pobres

A intenção é ajudar vítimas de tuberculose, malária e Aids, que não têm recursos. A agência Unitaid - criada em 2006 por um grupo de países incluindo Brasil - está aprovando a criação de uma comissão de especialistas que deverão explorar a viabilidade de um “fundo para patentes”.

Em Alerta:
Frio aumenta em 30% os casos de infarto.

O alerta é do Instituto Nacional de Cardiologia (INC). A baixa temperatura faz o corpo liberar catecolaminas, que contraem vasos sangüíneos. Pessoas que convivem com fatores de risco, como colesterol elevado e obesidade devem evitar a variação súbita de temperatura, pois o choque térmico pode provocar, além do infarto, angina, arritmia e até acidente vascular cerebral (AVC).
Deus abençoe!!!
Paz do Senhor Jesus!!!

quarta-feira, 10 de março de 2010

"A vitória requer espera"


"A vitória requer espera"
Ficou apreensiva porque a recebera do esposo há poucas semanas. Era preciso recuperá-la.

Julgando-a perdida no carro, desceu as escadas e foi à garagem. Abriu o carro, examinando-o cuidadosamente em cada cantinho, mas nada! O que fazer? Já se fazia tarde e, então, o mais sensato seria deixar para o dia seguinte as novas buscas e providências.

Antes de dormir, ainda deu mais uma boa olhadela no quarto de vestir para ver se a encontraria ali. Tudo em vão. Aquela foi uma noite de insônia... Nas primeiras horas da manhã seguinte, aquela senhora fez uma ligação para o teatro onde estivera na véspera e foi gentilmente atendida pelo gerente a quem contou, com detalhes, a respeito do ocorrido.

Disse-lhe que estava certa de haver perdido durante o espetáculo da noite anterior a sua jóia de valor incalculável, um broche de ouro cravejado de brilhantes. Sobretudo, era um presente do marido! O gerente, demonstrando todo o interesse em colaborar na busca, pediu-lhe que permanecesse na linha, enquanto faria as verificações de praxe. Saiu então à procura do administrador, a quem contou a história indagando, em seguida, a respeito do possível aparecimento da jóia em meio aos papéis retirados do chão do teatro.

O administrador informou prontamente que a jóia havia sido encontrada e guardada em lugar seguro.

Voltando ao telefone para transmitir a feliz notícia, o gerente constatou que a senhora já havia desligado. Como não havia revelado seu nome, endereço ou número do seu telefone, não foi impossível encontrá-la para lhe entregar a jóia que tanto desejou recuperar.

Quantas pessoas buscam a Deus pedindo alguma coisa de muita importância, mas não ficam na linha aguardando a resposta.

Desanimam depressa demais e vão em busca de outra solução. Para se conseguir vitórias materiais, intelectuais e, sobretudo, espirituais é imprescindível que se saiba esperar. A falta de paciência na espera pode levar alguém a precipitações, cujas conseqüências conduzem a sofrimentos ou prejuízos que poderão acompanhá-la pelo resto da vida.

Deus Abençoe!!
Paz do Senhor Jesus!!!

terça-feira, 9 de março de 2010

"Lidando Com a Solidão"


"Lidando Com a Solidão"
Vivendo numa das maiores e mais populosas cidades do mundo ou trabalhando num escritório rodeado de pessoas, ainda assim podemos sentir profunda e esmagadora solidão. Não é espantoso? Apesar dos avanços do século XXI vivemos numa sociedade de pessoas solitárias. Uma pesquisa constatou que 15% dos entrevistados sentiam-se solitários a maior parte ou todo o tempo; 78% sentiam solidão pelo menos parte do tempo e apenas 6% disseram jamais ter e sentido sozinhos.

Charles Swindoll , escritor e locutor, descreve solidão como "a mais desolada das palavras". Ninguém está imune ao seu impacto devastador. Muitos já constataram a verdade e sabedoria contidas no adágio: "É solitário estar no topo". Imagino que líderes de governo, altos executivos de bem sucedidas corporações, até mesmo aclamados e celebrados atletas e artistas compartilham as aflições da solidão - pelo menos parte do tempo.

Na Bíblia, o apóstolo Paulo, um dos mais destacados líderes da igreja primitiva, descreveu episódios de solidão em 2Timóteo 4.6-21. Assim, mesmo aqueles que são intensamente espirituais e devotados a Deus, também lutam com as profundezas da solidão. Examinemos algumas causas comuns da solidão e sugestões de como lidar com ela.

Algumas Causas de Solidão
Transições na vida
- A vida envolve uma série de transições que vai desde o nascimento, passa pelo primeiro contato com a Escola, formatura, primeiro emprego, casamento, paternidade, até à aposentadoria. Toda mudança na vida carrega a tendência para a solidão.

Separação - Podemos possuir todas as coisas e ter todo o dinheiro do mundo, mas estar sozinho numa ilha e sentir-se miserável. Fomos criados para estarmos uns com os outros. Alguns mudam de casa e ficam sem raízes. Separações em razão de convocações militares, carreira, doenças, divórcios ou morte podem provocar solidão.

Oposição - Quando do nos sentimos atacados, ridicularizados ou criticados, há uma tendência para o recolhimento, que gera solidão.

Rejeição - Quando somos traídos, esquecidos ou abandonados, podemos sentir solidão. Uma de nossas maiores necessidades é a de sermos aceitos. Rejeição causa solidão.

Como você tem lidado com a solidão? Alguns usam drogas, bebem, tentam marcar encontros pela Internet ou se valem de outros meios para obter alívio. Certo homem chegou de ir ao médico para ver se tinha "múltiplas personalidades", somente para ter "alguém" com quem conviver!

Lidando Com a Solidão
Utilize seu tempo - Resista à tentação de não fazer nada. Use seu tempo para cuidar de suas necessidades físicas, alimentando-se corretamente, descansando, exercitando-se, evitando drogas e álcool e cuidando de sua aparência.

Cuide-se mental, espiritual e socialmente - Não fique viciado em televisão. Leia bons livros e revistas. Cuide de suas necessidades espirituais, lendo a Bíblia. Ela proporciona orientação, instrução, encorajamento e esperança. Ore e passe algum tempo com pessoas que compartilhem sua fé. Cuide de suas necessidades sociais, cultivando amizades. Tome a iniciativa, mas seja generoso e paciente. Amizade leva tempo. Encontre alguém que esteja em pior estado do que o seu e ajude-o.

Minimize o sofrimento - Não fique remoendo o sofrimento em sua mente, vezes e mais vezes. Não se torne amargo nem rancoroso. Ninguém gosta de ficar perto de pessoas cínicas ou ressentidas. Aborde o problema, lidando com ele. Não lhe dê demasiada importância , mas ore a respeito.

Reconheça a presença de Deus - Onde está Deus quando nos sentimos sós? Deus está em toda parte. Não existe lugar onde estejamos que Ele também não esteja. Ele prometeu: "Nunca o deixarei, jamais o abandonarei" (Josué 1.5). Abra os olhos e reconheça a Sua presença.

Paz do Senhor Jesus!!!
Deus Abençoe!!

segunda-feira, 8 de março de 2010

"Só mais um minuto"


"Só mais um minuto"
Ouvindo o tiro, o vizinho entrou naquele apartamento, e, ao lado do corpo, encontrou, uma carta assim escrita: “Não deu para suportar. Passei a noite toda como um louco pelas ruas. Fui a pé..., pois não tinha condições de dirigir. Perdi meu emprego por injustiça feita contra mim. Nada mais consegui. Ontem, me telefonaram, avisando-me que minha casinha no campo havia sido incendiada. Estava ameaçado de perder este apartamento, por não ter conseguido pagar as prestações, por falta de condições financeiras. Só me restou um carro, tão desgastado que nada vale. Afastei-me de todos os meus amigos, com vergonha desta humilhante situação, e agora, chegando aqui em casa, não encontrei ninguém. Fui abandonado e levaram até as minhas melhores roupas! Aquele que me encontrar, faça o que tiver que ser feito, perdão”.

O vizinho dirigiu-se ao telefone para chamar a polícia, quando esta chegou, viu que havia um recado na secretária eletrônica. Era a voz da mulher do morto, dizendo o seguinte: “Alô, amor, sou eu! Ligue para a firma! O engano foi reconhecido, e você está sendo chamado de volta ao emprego na próxima semana. O dono do apartamento disse que tem uma boa proposta para não o perdermos! Estamos na nossa casinha de campo. A história do incêndio era trote! Isso merece uma festa, não merece? Nossos amigos estão vindo para cá. Um beijo! Ah, já coloquei suas melhores roupas no porta-malas do seu carro, vem!”

Pois é, no último minuto, reflita só mais um minuto! Por favor, nunca perca a esperança, por piores que sejam as circunstâncias.

A promessa de Deus é essa: “Não temas, pois eu estou contigo; não te assustes, pois eu sou seu DEUS”.

Paz do Senhor Jesus!!

Deus Abençoe!!

domingo, 7 de março de 2010

"O Pai incansável"


"O Pai incansável"
Mas o plano do meu amigo nunca funcionou comigo. Eu o acompanhei na sua rotina durante uma semana ou duas, levantando-me bem cedo a cada manhã e pondo em prática o regime de leitura e oração. Foi um ritmo que impus a mim mesmo – tal como fazer 50 flexões por dia. Mas eu não consegui agüentar o esforço. Logo rendi-me, não sabendo como saciar a minha necessidade de passar um tempo com Deus.

Então, um dia esbarrei com algo que Jesus tinha dito à mulher junto do poço: “O Pai procura aqueles que o adoram em Espírito e em Verdade” (João 4.23). Foi então, nesse momento, que percebi que Deus estava tomando a iniciativa, colocando no meu coração aquele desejo de ter tempo a sós com ele.

O salmista afirmou que ele tinha respondido à chamada do Senhor de buscar a sua face (Salmo 27.8). É a idéia de Deus à procura da minha comunhão que me aproxima agora da sua presença. O meu tempo de quietude com Deus deixou de ser um pesado e triste dever, mas uma resposta ao meu Pai que anseia passar tempo comigo.

Ouves o teu Pai a chamar por ti?
Paz do Senhor Jesus!!!
Deus Abençoe!!

sábado, 6 de março de 2010

"Quem é você? "


"Quem é você? "


Quem é você? A pergunta pode até parecer simples, mas nem todos são capazes de respondê-la. O questionamento é complexo e exige muita reflexão. A crise de identidade é muito mais real do que se imagina. Quem não sabe quem é, também não sabe para onde vai. Por isso é tão alto o número pessoas perdidas em meio aos conflitos existenciais. Homens e mulheres vivendo inconstantes, em altos e baixos.


A Bíblia conta a história de um jovem que estava perdido em suas emoções. Ele saiu de casa e gastou todo o dinheiro que havia recebido do pai em prazeres momentâneos, quem sabe em busca de uma identidade que não era dele. Sem recursos o rapaz passou a viver uma vida vazia e sem graça. Cuidava de porcos e até desejava comer a comida dos animais. Ele já não sabia mais quem era e por isso aceitava qualquer coisa. O rapaz se esqueceu que tinha um pai. Era um príncipe vivendo como um mendigo.

Histórias assim acontecem até hoje. Talvez você esteja perdido e tenha se esquecido da sua verdadeira identidade. Deixou de lado os valores e hoje aceita aquilo que antes abominava. Mas quero por meio dessa mensagem lembrar que você tem um pai e ele é um rei. Se ele é Rei, você só pode ser príncipe, princesa do Senhor. Esqueça o passado de erros, culpas e fracassos. Deixe o futuro para o amanhã e viva o hoje. Lembre-se que o presente é agora. Levante-se e olhe para Deus. Ele sempre estará de braços abertos para te receber e te colocar na posição de filho.

A Bíblia trata Jesus como o Leão da tribo de Judá. Se você faz parte da família dele, você também é um leão, uma leoa. Então pare de se comportar como um "gatinho" diante das dificuldades.

Paz do Senhor Jesus!!
Deus Abençoe!!

sexta-feira, 5 de março de 2010

"Perserguição"

"25 Anos de prisão
foi a sentença dada
por um juiz do Paquistão a
um casal cristão, simplesmente
por pegarem no alcorão sem lavar as mãos,
veja esta e outras noticias missionárias no:
http://www.bservodecristo.com/2010/03/casal-cristao-e-condenado-25-anos-de.html"
Paz do Senhor Jesus!!
Deus abençoe!!!