segunda-feira, 3 de maio de 2010

"Islândia "



Islândia



O vulcão que provocou caos por causa de uma nuvem negra formada sobre o país deixa agora uma fumaça de preocupação com o que estamos fazendo com o mundo.

Localização: extremo norte do oceano Atlântico.
Capital: Reykjavík.
Idioma: Islandês (oficial).
Religião: Cristianismo 96,4% (protestantes 88,5%, outros 9,6% - dupla filiação 1,7%), sem religião e ateísmo 2,2%, outras 1,4%.
Restrições: há liberdade religiosa no país.

A palavra que dá nome ao país significa ‘terra do gelo’, o que soa contraditório tendo em vista a quantidade de lavas extremamente quentes expelidas do centro da terra numa erupção vulcânica ocorrida no dia 14 do mês corrente. A Islândia, segunda maior ilha da Europa, possui uma série de vulcões ativos, mas o vulcão Eyjafjallajokull entrou em erupção após quase 200 anos inativo, e liberou intensa massa de fumaça negra e tóxica e um vapor branco, que derreteu parte de uma geleira, provocando uma inundação e meaçando pontes e rodovias, além de desabrigar cerca de 700 pessoas que residiam próximo a região da erupção fervente na ilha. Pensar que o país com o terceiro maior Índice de Desenvolvimento Humano (IDH/2009) – ou seja, um dos mais privilegiados na soma comparativa entre riqueza, alfabetização, educação, esperança de vida, natalidade e outros fatores – é também um dos mais citados na mídia pelas consequências desastrosas de uma erupção vulcânica que já atinge a economia mundial e a vida de tantas pessoas que ficaram espalhadas em aeroportos de vários países em razão da impossibilidade de retornarem para casa por causa da periculosidade do tráfego aéreo, o que faz com que tudo pareça ainda mais antagônico. Depois de terem sido cancelados quase 100 mil voos em mais de 300 aeroportos da Europa, o vulcão continua em atividade estável, sem risco de novas erupções segundo informações divulgadas.
Para além do natural, a realidade é que, seja por meio de terremotos, chuvas torrenciais, ventos arrasadores, vulcões ou outros fenômenos da natureza, o centro da terra está literalmente “regurgitando” (expelindo) os maus tratos, a super exploração dos recursos naturais, a ignorância humana, a falta da manifestação do amor vivido por Jesus e disseminado ao mundo pelo seu sangue na Cruz. Tais fatos também sinalizam um novo tempo em que, como cristãos, somos chamados a viver intensamente esse momento que aponta para um Cristianismo mais ativo e presente, preocupado com o todo, em resposta ao seu chamado para ser Reino, inteiramente dependente e provido de guerreiros submissos, que tanto esperam pela volta de seu Rei. A oração e intercessão pelas vítimas das calamidades que estão acontecendo no globo devem ocorrer, aliando a intercessão a ação, mobilizando vidas em favor de outras vidas que estão passando por tantas dificuldades. O testemunho cristão desse tempo chama-se atitude. Enquanto alguns olham apenas para os sinais do fim dos tempos, a Igreja de Cristo está alerta, se preparando para uma vida nova em Cristo, em que o amor, a solidariedade e a ação em favor dos “pequeninos” é uma constante maior em nossos dias. Oremos pela mobilização da Igreja e pelos que sofrem no mundo todo. Incluindo a Islândia.


Paz do Senhor Jesus!!


Deus abençoe!

Nenhum comentário:

Postar um comentário