domingo, 31 de janeiro de 2010

"Onde há amor, há ..."


Amor
Onde há amor, há ...
Uma mulher saiu de sua casa e viu três homens com longas barbas brancas sentados em frente ao quintal dela. Ela não os reconheceu. Ela disse:

-Acho que não os conheço, mas devem estar com fome. Por favor, entrem e comam algo.

- O homem da casa está? Perguntaram.

- Não, ela disse, está fora.

- Então não podemos entrar. Eles responderam.

A noite quando o marido chegou, ela contou-lhe o que aconteceu.

- Vá, diga que estou em casa e convide-os a entrar. A mulher saiu e convidou-os a entrar. - Não podemos entrar juntos. Responderam.

- Por que isto? Ela quis saber.

Um dos velhos explicou-lhe:

- Seu nome é Fartura. Ele disse apontando um dos seus amigos e mostrando o outro, falou:

- Ele é o Sucesso e eu sou o Amor.

E completou:

- Agora vá e discuta com o seu marido qual de nós você quer em sua casa.

A mulher entrou e falou ao marido o que foi dito. Ele ficou arrebatado e disse:

- Que bom! Ele disse:

- Neste caso vamos convidar Fartura. Deixe-a vir e encher nossa casa de fartura.

A esposa discordou:

- Meu querido, por que não convidamos o Sucesso?

A cunhada deles ouvia do outro canto da casa. Ela apresentou sua sugestão:

- Não seria melhor convidar o Amor? Nossa casa então estará cheia de amor.

- Atentamos pelo conselho da nossa cunhada. Disse o marido para a esposa.

- Vá lá fora e chame o Amor para ser nosso convidado. A mulher saiu e perguntou aos três homens:

-Qual de vocês é o Amor? Por favor, entre e seja nosso convidado.

O Amor levantou-se e seguiu em direção à casa. Os outros dois levantaram-se e seguiram-no. Surpresa a senhora perguntou-lhes:

- Apenas convidei o Amor, por que vocês entraram?

Os velhos homens responderam juntos:

- Se você convidasse o Fartura ou o Sucesso, os outros dois esperariam aqui fora, mas se você convidar o Amor, onde ele for iremos com ele. Onde há amor, há também fartura e sucesso!

Nosso desejo para você:

Onde há dor, desejamos paz e perdão.

Onde há dúvidas próprias, desejamos confiança renovada em sua capacidade de lidar com elas.

Onde há cansaço, ou exaustão, desejamos compreensão, paciência e fé renovada.

Onde há medo, desejamos amor e coragem.
Deus abençoe!!!!
Paz do Senhor Jesus!!!

sábado, 30 de janeiro de 2010

"FILIPINAS: Migrantes cristãos"

FILIPINAS: Migrantes cristãos

Migrantes cristãos são forçados a se converter ao islamismo

FILIPINAS (*) - “Em minha adolescência na Arábia Saudita, testemunhei diversos migrantes cristãos filipinos aceitarem o islamismo sob pressão”, disse Joselyn Cabrera, enfermeira filipina, que trabalha no hospital Riyadh. Devido ao alto número de desempregados nas Filipinas, mais de 10 milhões de cidadãos foram buscar emprego em outros países. Todos os dias, cerca de 3.000 deixam o país. Recentemente, muitos foram para as nações árabes, 600.000 no geral, sendo 200.000 na Arábia Saudita.

“Após alguns meses, os empregadores nos dão um ultimato, dizendo que teremos que nos tornar muçulmanos se quisermos manter nosso emprego”, ela conta. “Para nós, é difícil fazer essa escolha, mas se não a fizermos, seremos vítimas de agressões.”

A enfermeira afirma ter presenciado cerca de 50 conversões forçadas em seu trabalho.

“Eu mesma já fui submetida a pressões de meus colegas muçulmanos, mas sempre me recusei a ceder, afirmando que prefiro continuar sendo cristã. Até agora, nada aconteceu comigo. Ainda.”

De acordo com a administração responsável pelos empregos de filipinos no exterior, a emigração filipina para o Oriente Médio cresceu 29,5% entre 2007 e 2008, um destino escolhido por muitos migrantes, e isso, apesar da possibilidade de conversões forçadas e abuso sexual.

O caso mais recente envolve uma mulher que foi estuprada no trabalho. Por causa do incidente, as autoridades da Arábia Saudita acusou a cristã de relações extraconjugais e a prendeu.

No mês que vem, ela terá que se apresentar ao tribunal, que pode condená-la a 100 chicotadas.
Deus abençoe!!!
Paz do Senhor Jesus!!!

sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

A Missão Portas abertas precisa da nossa ajuda,
na verdade as nossas crianças
precisam da nossa colaboração.
Deus abençoe!!!
Paz do Senhor Jesus!!

quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

"Guarda o que tens! Ap 3. 11"

Guarda o que tens! Ap 3. 11

Introdução:


Guarda o que tens - São palavras do Senhor Jesus dirigidas ao anjo da igreja que está em Filadélfia. Guarda o que tens…” Devemos refletir sobre esse assunto e extrair dele lições.

Ao meditar nessa frase, duas perguntas vêm a minha mente. Guardar o que? O que é que eu tenho? Todos nós temos alguma coisa, pois foi feito um depósito...

Quando tivemos um encontro com Jesus, um verdadeiro milagre aconteceu. A cruz foi nosso ponto de encontro com Cristo onde recebemos o bom, abundante e completo depósito divino. A lista é extensa; porém, podemos destacar alguns elementos que representam esse depósito:

“Salvação At 4.12” “Espírito Santo Rm 5.5” “Palavra de Deus 1Pe 1.23 ” “Amor Jo 13.35” “fé Hb 10.38 ” “Esperança Ef 2.12 e Hb 10.23” “Dons Rm 11.29 e Ef 4.8” “Família” “Filhos” Etc..


1° Tm 6.20 Ó Timóteo, guarda o [depósito] que te foi confiado... 2° Tm 1.12 Por esta razão sofro também estas coisas, mas não me envergonho; porque eu sei em quem tenho crido, e estou certo de que ele é poderoso para guardar o meu [depósito] até aquele dia. 2° Tm 1.14 guarda o bom [depósito] com o auxílio do Espírito Santo, que habita em nós.


Ao estabelecer a nova aliança, o Senhor prometeu dar um novo coração, tirar o coração de pedra e colocar um coração de carne, por em nós o seu Espírito, seus estatutos e fazer-nosandar neles – Ez 36:26-27.

A nova vida em Cristo proporciona todos esses benefícios, porém, infelizmente se apregoa um evangelho tão distante dessas verdades, capaz de “produzir” um “cristão” que mal sabe o que tem… Se esse “cristão” mal sabe o que tem, o que ele vai guardar?

Vivendo num mundo cujo sistema tenta sufocar o valor divino depositado em nós, devemos – lançar mão das armas da nossa milícia que são poderosas em Deus para destruição de fortalezas – Ver II Cor 10:4 - 5

– Fortalecer-nos no Senhor e na força do seu poder – Ef 6:10

– Orar em todo tempo com toda oração e súplica no Espírito – Ef 6:18

– Combater o bom combate, acabar a carreira, guardar a fé – II Tim 4:7

Concluindo, quero encorajar você a não aceitar nenhum tipo de imposição do mundo, e recomendar as palavras de Paulo dirigidas a Timóteo. “Ó Timóteo, guarda o depósito que te foi confiado…” – I Tm 6:20. “Guarda o bom depósito pelo Espírito Santo que habita em nós.” – II Tm 1:14



Publicado por:

Pr. Guilherme Hermsdorff

Deus abençoe!!!

Paz do Senhor Jesus!!!!

quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

"COMO LIDAR COM O ESTRESSE?"


COMO LIDAR COM O ESTRESSE?

INTRODUÇÃO

Estou estressado!!!” – Esta é uma das frases mais comuns entre as pessoas nestas últimas décadas.

Mas, afinal, o que é o estresse? Como preveni-lo?

Estar sob estresse significa estar sob pressão, tensão, e, portanto, estar sob a ação de um estímulo insistente, capaz de provocar um conjunto de reações orgânicas, mentais, psicológicas, e/ou comportamentais.


Pesquisas científicas revelam que 70 a 80% das consultas médicas na atualidade estão relacionadas (direta ou indiretamente) ao estresse:


Doenças cardíacas;
Doenças de pele;
Doenças gastrintestinais;
Doenças neurológicas;
Desordens psíquicas;
Desordens no sistema imunológico.
O estresse é uma doença típica do nosso século. Até crianças estão ficando estressadas. Vivemos constantemente sob pressão, não é mesmo?
Eu preparei um pequeno teste para ver o quão familiarizado você está com o estresse. Será que você poderia completar estas sentenças?

Estou no fundo do ______ (poço)
Estou pronto para jogar a ______ (toalha)
Estou à ponto de chutar o ______ (balde)
Estou caindo aos ______ (pedaços)
Estou me sentindo um _____ (caco)
Por trás do estresse existem os verdadeiros problemas. Muitos deles são crenças falsas, são mitos que fazem você sofrer. E assim sendo, hoje quero que olhemos para o que está por trás do estresse, para o que está causando o estresse. Hoje vamos observar a vida de Cristo.
Jesus Cristo também viveu sob pressão. O NT mostra Jesus sendo constantemente sendo interrompido. Era sempre criticado, ridicularizado, mas percebemos que ele continuava em paz, mesmo sob intensa pressão. Ele estava sempre tranqüilo. Quando eu olho para a vida de Jesus, eu fico maravilhado ao ver o quão calmo, tranqüilo e sereno Ele era à despeito das pressões, críticas, enorme estresse, pouquíssimo tempo para Si mesmo, pessoas ao Seu redor o tempo todo, incompreensão e preconceitos. Estava sempre tranqüilo e nunca estava com pressa.
Como ele conseguia isso? Sua vida estava firmada em sólidos princípios.
Quero convidá-lo a entender e aplicar os princípios vividos por Jesus, e a experimentar uma paz interior indescritível.

PARA LIDAR COM O ESTRESSE E DESFRUTAR PAZ INTERIOR...

DESCUBRA QUEM VOCÊ É.


É o princípio de identificação. – Preciso saber quem eu sou.

À menos que você resolva esta questão, você será um alvo fácil para o estresse. No caso de Jesus, Ele não tinha dúvida acerca de Sua identidade. Ele sabia exatamente quem Ele era. Realmente, 18 vezes nas Escrituras Jesus definiu a si mesmo. Ele diz:
" Eu sou a luz do mundo... sou [o Filho de Deus]...eu sou o caminho, a verdade, e a vida...eu sou o pão da vida..." João 8:12; Mc. 14:62; João 14:6; João 6:35 (NVI)

E por ai vai. Não há dúvidas em sua mente acerca de quem Ele era.
"Eu testemunho acerca de mim mesmo..." João 8:18 (NVI) .

Em outras palavras, "Eu não dependo da opinião das pessoas para validar a mim mesmo. Ouça bem, se você não sabe quem você é, se você não tem resolvido a questão de identidade, outras pessoas determinarão isso para você. E elas o colocarão em uma caixa, e moldarão você, vão apertá-lo, e vão fazê-lo conformar-se a uma imagem que elas desejam que você seja. Você vai descobrir-se a si mesmo não sendo realmente quem você foi criado para ser, mas o que você pensa que o seu sócio, ou seus pais, ou seus amigos, ou seu chefe pensam que você deva ser. E isto é chamado de estresse.
Quando você tenta ser o que você não é, isso causa um enorme estresse.
Você pode me imaginar tentando cantar e tocar como o Pb. Ezequias de nossa igreja ou o Ir. Renato de Uberlandia MG. As vezes em que eu tentei cantar aqui na frente eu coloquei estresse tanto em vocês como em mim também. Tentar ser alguma coisa que você não é, não funciona.

E assim, o primeiro passo é ficar confortável com quem você realmente é. Conheça os seus pontos fortes, os seus pontos fracos. Encare a verdade acerca de si mesmo. Entenda que você não é aquele ideal que você tem de si mesmo. Compreenda o que você realmente é e aceite-o, valorize-o, ame-o, e não se preocupe com o que você não é. Seja o que Deus fez você para ser.
Quando você resolve isto, acaba reduzindo dramaticamente o estresse porque você não está preocupado com o que outras pessoas pensam. Como você pode ver, Deus não quer cópias e Deus não quer clones. E os dois problemas que causam estresse em sua vida nesta área são o seguinte: Copiar os outros e comparar a si mesmo com os outros. Deus diz: "Não faça isto! Seja o que Eu fiz você para ser."
Muito do estresse presente em nossa vida resulta do fato de:
Usarmos máscaras
Iludirmos os outros
Vivermos vidas duplas
Ou tentarmos ser alguém que não somos.

Eu sei quem sou quando sei a quem pertenço. Sou filho de Deus. Não fui colocado na Terra por acaso, mas, sim com um propósito. Sou profundamente amado por Deus. Sou aceito por ele. Ele tem um plano para minha vida. Ele colocou você aqui. Você é importante!

SAIBA A QUEM VOCÊ PROCURA AGRADAR.
É o princípio de Dedicação - Devo saber a quem estou tentando agradar.

A segunda causa de estresse na vida das pessoas é quando você está tentando agradar a todo mundo e, obviamente, você não consegue fazer isso, pois no momento em que você agrada a um grupo, o outro grupo fica aborrecido com você. Você não pode agradar a todo mundo. Ouça: Deus não pode agradar a todo mundo. Duas pessoas estão orando. Uma diz: "Deus por favor, traga chuva" e a outra diz: "Não permita que chova, Senhor." Uma está orando pelo Flamengo e a outra está orando pelo São Paulo. Um time precisa de mais oração do que o outro. A quem Deus vai ouvir? Até mesmo Deus não pode agradar a todo mundo. E apenas um tolo tentaria fazer o que nem mesmo Deus pode fazer. Eu aprendi há muito tempo atrás que, como pastor, estou sempre desapontando alguém, pois todos temos diferentes expectativas, desde a maneira que devemos nos vestir, agir, pensar e em muitas outras coisas.. Portanto, você sempre estará desapontando a alguém.


Um dos mitos que existe lá fora é o seguinte: "Todos têm que gostar de mim para que eu seja feliz." Isto não é verdade. Você não tem que ser amado por todo mundo para ser feliz. Você tem que saber a quem você vai agradar e resolver esta questão. Agora, com Jesus isso era um assunto resolvido. Ele disse:
"...não procuro fazer a minha própria vontade, mas a vontade daquele que me enviou." João 5.30 (NVI)

Ele está afirmando: "Vou concentrar-me em agradar a Deus”. Isto soa muito bem porque, em primeiro lugar, se você faz o que Deus deseja, isso será sempre a coisa certa a ser feita, não importa o que quer que pensem a respeito. Em segundo lugar, isso torna a vida mais simples, pois você tem que se concentrar em agradar apenas a uma pessoa.
Uma das razões pelas quais Jesus nunca ficou estressado é porque Ele nunca teve medo de rejeição ou necessidade de aprovação. Ele sabia quem Ele era e Ele sabia a quem estava tentando agradar. Você não tem que ser amado por todo mundo para ser feliz. Agora, deixe-me perguntar-lhe: Da aprovação de quem você está dependendo para ser feliz? Pense sobre isso. Você não precisa dela e talvez nunca a terá.
Saiba quem você é: Sou um filho de Deus. Você sabe quem você é sabendo a quem você pertence. Eu sou um filho de Deus, profundamente amado, pois Cristo morreu por mim. Eu estou tentando agradar ao meu Pai celestial, viver para Ele. Nós gostamos de colocar a culpa nos outros por causa do nosso estresse. Dizemos coisas como: "Eu tenho que..." "eu preciso..." "eu devo..." "eu deveria...." "todos esperam que eu..."; "eu tenho que...". Não você não tem coisa nenhuma. Quem é que diz que você tem que...? Ninguém está apontando uma arma em sua cabeça. Você não é uma vítima. A verdade é que a escolha é sua. Você deveria escrever esta frase em algum lugar: "Ninguém pode pressionar-me sem a minha permissão." Ninguém pode pressionar você sem a sua permissão. Você pode colocar duas pessoas na mesma situação e uma fica estressada e a outra não. Por que? É por causa da maneira como eles escolhem responder à situação. Tenho que saber quem eu sou e a quem estou tentando agradar.
Jesus sabia a quem estava procurando agradar. Ele não tinha dúvidas: “Eu vou agradar a Deus Pai”.
Quando não sabemos a quem estamos tentando agradar, caímos em três situações:


na crítica – porque ficamos inquietos quanto àquilo que os outros vão pensar de nós;
na competição – porque ficamos preocupados com a possibilidade de alguém nos passar a perna;
e no conflito – porque passamos a nos sentir ameaçados quando alguém não concorda conosco.
Se o meu alvo for agradar a Deus, minha vida será simplificada. O segredo é buscar agradar a Deus, sem se importar com o que os outros pensam.


Jesus ensinou:

“Busquem, pois, em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça, e todas essas coisas lhes serão acrescentadas”. Mt 6.33

Dedique-se a agradar a Deus, a fazer a vontade de Deus em primeiro lugar, e você viverá muito melhor.


FOQUE NO QUE VOCÊ QUER REALIZAR.
É o princípio de Priorização. Significa saber o que estou tentando realizar.

Você não tem tempo para todas as coisas. Você concorda com isto? Sim. Você não tem tempo para tudo. Então, você tem que saber o que é que você quer fazer. Você será guiado na vida ou por prioridades ou por pressões. Estas são as suas únicas duas opções. Se você não estabelece prioridades, será guiado por pressões. Prioridades são o que você pensa que Deus deseja que você faça. Pressões são o que todo mundo quer que você faça.
As pessoas gostarão muito de encher a sua agenda de coisas para fazer. Mas você precisa estabelecer algumas prioridades ou será inevitavelmente guiado por pressões. O que estou dizendo é o seguinte: A direção que a sua vida toma é realmente uma escolha que você faz. E estabelecendo prioridades, você evita o que eu chamo de "tirania do urgente." Quando Eisenhower era Presidente dos Estados Unidos, ele costumava ter duas coisas em sua mesa: Uma dizia "urgente" e outra dizia: "Importante" . E ele dizia que era um hábito dele sempre ignorar as urgentes por uns dois dias e assim metade delas ele poderia jogar fora porque elas eram urgentes, mas não eram sempre importantes. E há uma grande diferença - alguma coisa pode precisar ser feita agora, mas talvez nem precise ser feita afinal de contas. Veja o que Jesus disse neste versículo:
"...sei de onde vim e para onde vou." João 8:14 (NVI).

Ele estabeleceu alvos bem definidos em sua vida. Você faz isso? Estabelece alvos bem definidos para a sua vida? Ao estabelecer prioridades, Jesus sabia o que Ele queria alcançar. Você já chegou ao final de um dia e disse: "Será que fiz alguma coisa útil hoje? Será que realizei alguma coisa hoje ou fiquei simplesmente enrodando sem produzir resultados?" Você já tem aprendido a diferença entre ficar ocupado e ser produtivo? Você pode ficar muito ocupado e não realizar absolutamente nada. Você chega ao ponto da questão de prioridades - ou seja, o que realmente conta. Jesus viveu o que eu chamo de "uma vida com propósitos."
"Eu preciso anunciar também em outras cidades a boa notícia do Reino de Deus, pois foi para fazer isso que Deus me enviou." Lc 4.43 - NTLH

Ele tinha o Seu propósito claro. Jesus sabia exatamente não apenas quem Ele era, a quem Ele estava tentando agradar, mas também sabia o que estava tentando realizar. Agora, deixe-me perguntar-lhe: O que está dirigindo a sua vida? Jesus teve a vida dele guiada por um grande propósito. O que é que está guiando a sua vida? A aprovação dos outros? A necessidade de ganhar dinheiro, a necessidade de encaixar-se no status quo? Estes são motivos fracos que levam ao estresse. Então, deixe-me dar-lhe uma pequena dica. Cada dia, quando você levantar-se da cama, pergunte-se: Qual é a coisa mais importante hoje? O que é que realmente vai fazer diferença? Depois se concentre nisso. E isto nos leva ao quarto ponto que é:
4. CONCENTRE-SE EM UMA COISA DE CADA VEZ.

O Princípio de Concentração - Concentrar no que é importante. Você não fica se distraindo com trivialidades.

Eu tenho aprendido através de experiência pessoal que se Satanás não pode levar você a fazer coisas erradas, ele vai desgastar você levando-o a fazer coisas boas em excesso. Ele vai fazer com que você assuma compromissos em demasia, compromissos com coisas boas que evitam que você faça as coisas melhores, as coisas que realmente contam e que importam.


Jesus era um Mestre em termos de concentração. Ele sabia como se concentrar. Ele concentrava a Sua vida como um raio laser e a luz concentrada tem poder, enquanto que a luz difusa não tem poder. Jesus recusava-se ser distraído. Observe este verso.
"Como se aproximava o tempo da sua volta para o céu, Jesus resolveu decididamente ir para Jerusalém."Lucas 9:51 (BV)

Ele é persistente, determinado, concentrado. O apóstolo Paulo era da mesma maneira. Ele disse aos Filipenses: "Uma só coisa eu faço..." O problema conosco hoje é que temos estas 40 coisas para fazer. Paulo dizia: "Uma coisa faço..." Deixe-me ser honesto com vocês. Na medida em que olho para vocês, semana após semana, sei que muitos de vocês têm um potencial espiritual incrível. Como tenho dito a você, eu vejo um potencial espiritual incrível em sua vida que Deus deseja desenvolver, coisas que Ele poderia realizar através de você. Você não vê isso, mas Deus vê. Eu também vejo. Você tem potencial. O problema é que muitos de vocês nunca resolveram esta questão: O que é realmente importante na vida? E assim você desperdiça o seu tempo em coisas que não contam, em coisas que não vão durar para a eternidade, e aí você acaba dizendo: "Eu não tenho tempo para ter uma hora tranqüila com Deus diariamente," "eu não tenho tempo para participar de um grupo pequeno durante a semana," "eu não tenho tempo para estudar a minha Bíblia," eu não tenho tempo para envolver-me no ministério." Bem, quando você estiver no céu um dia, diante de Deus e Ele disser: "Por que você não fez as coisas que ajudariam você a crescer?" Você dirá: "Eu não tive tempo" e Ele dirá: "Pois bem, eu vejo que as suas prioridades estavam fora de equilíbrio." Deus diz: "Estabeleça as suas prioridades e não se distraia." Um grupo de pessoas veio a Jesus um dia e disse: "Senhor, nós gostaríamos muito de servir-te, mas não temos tempo." Aqui está como Jesus os respondeu:


"Todo aquele que se deixa desviar do trabalho que eu planejo para ele, não está apto para o Reino de Deus." Lucas 9.62 (BV).

Estas são palavras bem fortes. Alguns de vocês estão presos no que eu chamo de "síndrome de Marta" que significa: Você tem muito mais compromissos em sua agenda do que tempo para realizá-los. E Jesus disse isso a Marta:
"Marta, porém, estava ocupada com muito serviço...Respondeu o Senhor: "Marta! Marta! Você está preocupada e inquieta com muitas coisas; todavia apenas uma é necessária." Lucas 10.40-42 (NVI)

Jesus está dizendo: Concentre-se em seu relacionamento comigo e no que é a promessa. Antes ele havia dito: "Busque primeiro o Reino de Deus" e o que aconteceria?... "Todas as outras coisas serão acrescentadas a vocês." Isso é concentração.


5. NÃO TENTE FAZER TUDO SOZINHO.

Princípio de Delegação - Deixar outras pessoas ajudar-me.

Nós ficamos estressados porque pensamos que temos que fazer tudo sozinhos. Pensamos que somos o gerente geral do universo.
Delegar significa deixar outras pessoas ajudar você. Termine esta sentença: Se você quer um trabalho bem feito __________ (faça você mesmo). Você sabe o que é isso? Este é o slogan do perfeccionista que caminha para a estafa. Pense no egoísmo por detrás dessa declaração: "A única pessoa que faz qualquer coisa certa no mundo sou eu. E, se qualquer coisa será feita da maneira certa, eu terei que fazê-la."
Agora, se alguém tinha o direito de dizer isto, obviamente, esta pessoa seria Jesus Cristo, pois Ele era perfeito e Ele poderia fazer melhor do que qualquer outra pessoa. Mas até mesmo Jesus não tentou fazer tudo sozinho. Ele envolveu as pessoas.
"[Jesus] escolheu doze, designando-os apóstolos, para que estivessem com ele, e os enviasse a pregar."Marcos 3.14 (NVI)

Ele envolveu outras pessoas no ministério. Você acha que Jesus poderia ter feito um trabalho de pregação melhor do que os discípulos? Claro que sim. Então, porque é que Ele delegou esta tarefa aos discípulos? Ele sabia que precisava envolver outras pessoas. Ele estava servindo de modelo.
Ficamos estressados quando temos um problema e pensamos: "Eu tenho que lidar com isto sozinho. Esse é um problema meu. Portanto, tenho que lidar com ele sozinho." Deus diz: "Por que você acha que eu dei a você a igreja?" Enquanto você está aqui, sentado neste lugar, pense por alguns instantes no que é que está estressando você. Aqui mesmo, talvez a uns poucos metros de distância, perto de você, há alguém que poderia ajudá-lo com este problema. Seja através de encorajamento, seja através de conselho, através de assistência prática. Há pessoas nesta igreja que estão aqui desejando ajudar você apenas se você for humilde o suficiente para admitir: "Preciso de ajuda." "Preciso de alguém que me ajude a solucionar problemas." "Preciso apenas de alguém que segure a minha mão." "Preciso de alguém que ore por mim." Você sabe por que não permitimos as pessoas nos ajudar e acabamos ficando estressados? Duas razões: Insegurança e orgulho. Insegurança -- Tenho medo do que vão pensar sobre mim. Eles pensarão que você é como qualquer outro ser humano -- todos temos problemas, todos temos dificuldades todos nos estressamos. E Deus não fez você para ser um cavaleiro solitário. Ele deseja que você busque ajuda através de outras pessoas. Portanto, envolva-se.
Outra razão porque às vezes não delegamos atividades é a nossa insegurança. “O que vai acontecer se essa pessoa realizar um serviço melhor?” Este pensamento é ameaçador. Mas se você quer ser eficiente, envolva outras pessoas, não seja egoísta, não tente fazer tudo sozinho.
Cinqüenta e oito vezes no Novo Testamento a frase "uns aos outros" é usada. Amem uns aos outros, cuidem uns dos outros, encorajem uns aos outros, ajudem uns aos outros, cumprimentem uns aos outros, compartilhem uns com os outros e por aí vai. Esta igreja tem um potencial suficiente para cuidar de todas as necessidades que temos nela se deixarmos que outros nos ajudem. Quando você faz isso o seu nível de estresse diminui.
6. FAÇA DA ORAÇÃO UM HÁBITO PESSOAL.

Princípio de Meditação - Fazer da oração um hábito.

Oração é uma grande aliviadora de estresse. Eu a chamo de câmara de descompressão. Nela eu digo o que estou sentindo para Deus. E a oração é uma grande aliviadora de estresse. É uma maneira de descarregar os seus fardos. E quando você estuda a vida de Jesus, você descobre que não importa o quão ocupado Ele estava, Ele sempre tomava tempo para orar. Aliás, quanto mais cheio o seu horário de atividades for, quanto mais você precisará orar. Você ouviu o que acabei de dizer? Quanto mais ocupado você for, quanto mais necessário será separar tempo para orar e ler a Bíblia. Você precisa receber, não apenas dar de si.
"Mas as notícias a respeito de Jesus se espalhavam ainda mais, e muita gente vinha para ouvi-lo e para ser curada...porém Jesus ia para lugares desertos e orava." Lucas 5:15-16 (NTLH)

Ele fez disso um hábito. E se Jesus sentiu a necessidade de estar sozinho para orar, certamente deveríamos fazer isso também. Eu descobri que quanto mais a IEAD na Estância V cresce, mais eu precioso ter tempo sozinho com Deus. E você precisa de um tempo a sós também, para estar a sós com Deus, ler Sua Palavra, orar e deixar que Ele fale com você de volta. Reflita, recarregue e renove.
A oração é um poderoso antídoto contra o estresse. Veja como Jesus priorizava a oração.
“De madrugada, quando ainda estava escuro, Jesus levantou-se, saiu de casa e foi para um lugar deserto, onde ficou orando”. Marcos 1.35

A oração é uma ferramenta dada por Deus para que você possa livrar-se de suas ansiedades. Por mais ocupado que Jesus estivesse, ele tinha como prática habitual passar algum tempo com Deus. Se Jesus fazia isso, quanto mais eu e você precisamos orar! Ao ler a Bíblia e orar você está fazendo a melhor terapia. Você ouve Deus falando e você conversa com Deus, e aí você olha para a agenda, pensa no seu dia, e Deus dirige o seu dia.
O problema é a nossa incapacidade de ficar em silêncio. Se entramos no carro, temos que ligar o rádio. Ao chegar em casa, e você está sozinho, qual a primeira coisa a fazer? Provavelmente liga a TV. A Bíblia diz:
“Aquietai-vos e sabei que eu sou Deus” Salmo 46.10

Você está correndo muito? Alguém disse certa vez: “Parece ironia, mas, quando o homem se perde, ele duplica sua velocidade”. É como o piloto da Força Aérea, que durante a 2a Guerra, sobrevoava o Pacífico. Ao fazer contato com a torre, o controlador disse: Onde você está? Não sei – respondeu o piloto, mas estou batendo o recorde de velocidade!
Muitas pessoas são assim: passam a vida correndo sem saber para onde estão indo. Precisamos iniciar nossa manhã com oração, como Jesus fazia, e estar sempre recarregando nossa bateria espiritual no decorrer do dia.
7. SEPARE TEMPO PARA DESFRUTAR A VIDA.

Princípio de Descontração - Tomar tempo para aproveitar a vida

Os discípulos haviam trabalhado o dia todo, e não tinham tido tempo nem para comer. Então Jesus lhes disse:
“Venham comigo para um lugar deserto e descansem um pouco” Marcos 6.31
Uma das razões para Jesus suportar o estresse era a de que ele sabia quando descansar. Não raro ele ia às montanhas ou ao deserto para descansar. Você já viu aquela frase: “ta estressado? Vai pescar”.
Descanso e recreação não são opcionais. Deus incluiu nos 10 mandamentos, quando falou sobre o sábado. Deus estabeleceu um dia de descanso porque ele sabe que nós precisamos de pausas periódicas. Jesus sobreviveu ao estresse porque desfrutava a vida. O apóstolo Paulo escreveu que Deus nos provê ricamente todas as coisas para nossa satisfação (1 Tm.6.17). É importante ter uma vida equilibrada. É preciso trabalhar, ganhar o pão de cada dia, mas é preciso parar de vez em quando, dar um tempo para a esposa, para os filhos, para si mesmo.

Aqueles de vocês que são viciados em trabalho, ouçam isto: Descanso e recreação não são perda de tempo. Jesus habitualmente teve momentos de folga. Embora houvesse mais pessoas para serem curadas, mais pessoas que precisavam ser salvas, mais e mais pessoas que precisavam de libertação, Ele ainda assim tirou folga.
É o seu trabalho mais importante do que o trabalho que Jesus realizava? E Ele freqüentemente levava os seus discípulos para o deserto.
Descanso e recreação são tão importantes que Deus os pôs nos Dez Mandamentos. No mesmo lugar onde Ele disse: "Não adulterarás, não matarás, não furtarás, não mentirás" Ele também disse: "Tire um dia de folga a cada sete dias." Está bem lá, juntos com os outros mandamentos que formam os dez Mandamentos. Esse dia de descanso é chamado de "Sabbath". Ele diz que esse é o dia de descanso, o Sabbath. Jesus disse: "O homem não foi feito por causa do 'sabbath'; o 'sabbath' foi feito por causa do homem." Para o benefício do homem. Portanto, se você não está tirando um dia de folga toda semana, você está quebrando um dos Dez Mandamentos. E aqui, eu tenho que dizer que não gosto do que faço algumas vezes. Você tira um dia de folga e usa aquele dia para fazer todas as suas compras e colocar as suas coisas em dia? Isto realmente não é um dia de folga. Não é mesmo?
8. ENTREGUE SEU ESTRESSE A CRISTO.

Transformação

O último princípio para podermos controlar o estresse é algo que Jesus não necessitava, porque ele é o Filho de Deus. Nós, porém, precisamos. Jesus diz:
“Venham a mim, todos os que estão cansados e sobrecarregados, e eu lhes darei descanso. Tomem sobre vocês o meu jugo e aprendam de mim, pois sou manso e humilde de coração, e vocês encontrarão descanso para as suas almas. Pois o meu jugo é suave e o meu fardo é leve”. Mateus 11.28-30
Entregue seu estresse a Cristo. Você nunca desfrutará completamente a paz interior até que tenha um relacionamento com o Príncipe da Paz. Não falo de religião, falo de um relacionamento pessoal com Jesus Cristo.
Jesus não disse: “Venham a mim e eu lhes trarei mais culpa, mais fardos, mais estresse e mais preocupações” – e é isso que alguns ensinam por aí. Algumas igrejas tendem a aumentar a pressão em vez de aliviá-la. Mas Jesus disse: “Eu quero lhe dar descanso. Sou eu quem alivia o seu estresse. Quando você estiver em harmonia comigo, eu lhe darei força interior”.

CONCLUSÃO

Cristo, somente ele, pode transformar sua vida estressada numa vida plena de satisfação. Nossa maior fonte de estresse está em tentarmos viver separados daquele que nos criou, de trilhar nossos próprios caminhos e de sermos nosso próprio deus.

Do que você precisa? Se você nunca entregou sua vida a Cristo, você precisa de transformação. Arrependa-se dos seus pecados, creia em Cristo como seu único Senhor e Salvador. Entregue a ele sua vida, com todo o seu estresse, e peça: “Senhor, dê-me uma nova vida. Substitua a pressão que sinto, pela paz que o Senhor oferece. Ajude-me a seguir os princípios que o Senhor ensina para controlar o estresse”. Amém.




Publicado por:

Pr. Guilherme Hermsdorff

COMADEMG/CGADB 3739-7

Deus abençoe!!!

Paz do Senhor Jesus!!!

terça-feira, 26 de janeiro de 2010

"2 Samuel 22.3"


"O meu Deus é a minha rocha, em que me refugio; o meu escudo e o meu poderoso salvador. Ele é a minha torre alta, o meu abrigo seguro."
2 Samuel 22.3


Há momentos em que nós temos vontade de fugir e nos esconder em algum lugar, não é verdade? Queremos nos afastar daquilo que nos incomoda ou que não nos faz bem. Enquanto tantas pessoas procuram abrigo em lugares errados, como é bom saber que podemos nos esconder em um lugar seguro, onde nada poderá nos afetar ou machucar nosso coração. Deus é nossa torre alta, nossa rocha, nosso escudo, nosso abrigo seguro. As circunstâncias podem tentar nos abater, nos tirar a esperança e a fé, mas sempre haverá um lugar seguro em Deus para nós. Basta que corramos diretamente para Ele.

Deus abençoe!!!

Paz do Senhor Jesus!!!

segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

"Um coração que concorda com Deus"


Um coração que concorda com Deus


Texto Bíblico:
Ezequiel 36:23-33


Ter um coração que concorde com Deus deve ser o seu objetivo de vida. Isso quer dizer, em outras palavras, que você deve concordar com o Pai, o Filho e o Espírito Santo. Viver no centro da vontade de Deus.


Deus narra a história de um povo que desvia seu coração para longe da presença de Deus. Seus corações estão frios e sem vida. Esse não é o coração que concorda com Deus. Alguém que tem um coração que concorda com Deus sabe que:


1) O pai tem que ser honrando com nossa forma de ser e viver – só a vontade d’Ele deve ser feita. O pecado entrou no mundo por causa da falta de honra. A desonra foi a porta de entrada para todos os outros pecados. Se você entender isso, saberá que a Adoração é render honra a Deus, com sua forma de viver e ser. O maior pecado cometido pelo homem foi desonrar o Criador.

Concordar com Deus é estar no centro da Sua vontade. Algumas pessoas falam de liberdade. Contudo, ninguém é livre de fato, porque a liberdade é um conceito ético. Você não é livre para fazer o mal, dessa forma você não é livre de fato. A liberdade se aplica a todas as esferas da sua vida. Talvez você esteja confundindo liberdade com árbitro. Você tem livre arbítrio para perder sua própria vida, para fazer o mal. Isso é um conceito antropológico, inerente ao ser humano, é o seu próprio conceito. A liberdade, porém, é ética porque você não é livre para pecar ou fazer aquilo que é mal.

Igreja é a comunidade que concorda com Deus. No momento em quem você se afasta ou discorda de Deus, não está mais no centro da vontade d’Ele. Arrependimento é concordar com Deus e voltar-se para o caminho d’Ele. Jesus começou seu ministério falando de concordar com Deus, com a Trindade. O que Deus propõe para nossa vida é muito melhor do que nossos planos. Tudo o que foge da vontade de Deus não devo praticar, é disfuncional e não dará certo. É mais ou menos assim: você entra num apartamento e vê uma pessoa pregando o prego na parede, com um jarro de vidro. Não dará certo, é disfuncional.

Concordar com Deus é arrependimento. A forma como estamos vivendo nossa vida é motivo de nojo para Deus e deve ser para você mesmo. Dos outros você deve ter misericórdia. Entender a vontade de Deus para minha vida é honrá-lo acima de tudo. Concordar com Deus é dar honra a Trindade. Jesus veio para honrar o Pai. É claro que Ele te ama, mas ama mais o Pai do que a minha própria vida. Ele amou o mundo para fazer a vontade do Pai, alcançando toda a humanidade.

Na proximidade da sua morte, Jesus nos aconselha a orar e vigiar. Ele não estava falando das circunstancias. Ele sabia tudo o que o esperava: julgamento, solidão, morte. Não estava falando do diabo, porque não tem medo do diabo que é um derrotado. I João 5:19 diz que o inimigo não pode tocar no ungido do Senhor, então não tema. Jesus falava da sua própria mente, emoções e conflitos humanos interiores. Orar e vigiar é necessário para não sair do centro da vontade de Deus. Ele estava com medo de si mesmo. Você deve compreender a vontade de Deus.


2) Somos materialmente, dependentes do Pai – sem Ele não sobreviveríamos. Quem te fez nascer? Quem te sustenta? Quem te permite estar aqui? Precisamos entender que Ele nos sustenta. Eu não sou o provedor, mas Deus sim. É Deus que te dá de vestir, de comer. Ele te dá a vida. Não há vida fora de Deus ou sustento fora dele. Algumas vezes fico apreensivo quanto à igreja. Deus deu dons às pessoas e algumas delas querem cobrar para usar o dom que receberam de graça. Foi Deus que deu tudo aos homens. Tudo vem d’Ele. Se de graça recebemos, assim devemos oferecer.

A oferta é muito maior que o pagamento. As pessoas cobram porque não confiam nos corações convertidos de cada um. E se as pessoas estão cobrando é porque nossos corações não aprenderam a importância de ofertar. Não andeis ansiosos por coisa alguma porque Deus cuida dos pardais e lírios dos campos, mais ainda dos seus filhos. É o Senhor que nos sustenta. É isso que preciso compreender, que preciso de Deus.


3) Todos temos que a aprender a perdoar – todos somos pecadores e precisamos de perdão. Todos somos pecadores, sem exceção. Se temos um coração que concorda com Deus, precisamos entender que é necessário perdoar. Na oração do Pai Nosso, Jesus nos ensina a perdoar porque primeiro somos perdoados. Devemos fazer isso porque o perdão de Deus nos alcançou. Paulo então diz que temos que perdoar, porque fomos perdoados. Paulo também diz que devemos perdoar, porque Deus nos perdoa. Não é fácil fazer isso. Porque muitas vezes achamos que temos razão. Quem está cheio de razão não perdoa ou não pede perdão.

A Bíblia diz que devemos perdoar mutuamente, é uma pista de mão dupla. Esse é o coração do crente, daquele que concorda com Deus. Não significa ignorar o que aconteceu, mas liberar a pessoa emocionalmente. Se a pessoa errou com você, ela fará isso de novo, a não ser que você o oriente antes, avisando os pecados e erros. A igreja apenas pune os pecados que vem até eles. Você deve dizer ao seu irmão que ele precisa de ajuda. Não podemos fechar o olho para o erro, não somos esse tipo de comunidade. Se você não aceitar a repreensão, estará danificando a sua própria vida. Quando alguém te avisa sobre um erro, esta avisando que você está saindo do centro da vontade de Deus. Se você saiu da vontade de Deus, você saiu d’Ele.

Somos uma comunidade que cresce, porque nos ajudamos uns aos outros. A pessoa que não perdoa, é como se tomasse veneno esperando que o outro morresse. Quando não há perdão, há prejuízo para quem não libera o perdão, mais do que para a outra pessoa a ser perdoada.


4) Somos espiritualmente dependentes do Pai – sem ele seriamos presas fácies do adversário de nossas almas. Você pode decidir ficar onde você está, porque o Pai deixa e ouve você. Se não entendermos isso, o diabo vai nos manipular. Pessoas manipulam sentimentos. Concordar com a Trindade é fazer a vontade de Deus. Queremos fazer muitas coisas que gostamos, mas nem sempre é da vontade de Deus, então deve ser deixado de lado. Concordar com Deus, muitas vezes é discordar de você mesmo. Ser radical é agradar a Deus, acima de tudo, mesmo que as outras pessoas não entendam isso. Você faz o que você crer, não o que você sente. Esse é o limite da queda. Não ande no limite dos sentimentos, mas da sua fé

Outra vez voltamos ao Getsemani. Ele orava para ser Jesus e fazer a vontade de Deus. Devemos ser dependentes do Pai e fazer apenas a sua vontade. Assim entenderemos o erro dos nossos pais: Adão e Eva. A mulher deveria dizer: Satanás, já somos iguais a Deus, porque Deus nos fez a sua imagem e semelhança. O diabo utilizou de sutileza. O homem foi criado a semelhante de Deus. O mundo tem um engano hoje. Dizem que somos a soma do que tempos ou do que conquistamos. Isso é engano e manipulação. É melhor andar naquilo que cremos do que naquilo que sentimos.

O mundo está melhor porque você vive nele. Você não é a parte ruim. Só existe alguma coisa boa nele por causa da igreja. Tira a igreja e você saberá o que sobrará: gente que não entende a vontade de Deus e que não o honra.

Esse mundo só pode melhor a partir da igreja, que tem um coração de carne, cheio do Espírito Santo. Um coração que concorda com Deus e toda a Trindade.


Paz do Senhor Jesus!!
Deus te abençoe!!!

domingo, 24 de janeiro de 2010

"Planeta Terra"

Planeta Terra


Enquanto o Globo saúda o novo milênio que se desponta sem saber o que lhe aguarda, a Igreja de Cristo pode e deve ser o agente de transformação.

Localização: sistema Solar.
Idioma: o mais falado no mundo é o chinês mandarim, com 726 milhões de falantes (claro que há outras formas de chinês). Em seguida, vem o inglês, com 427 milhões. Falam castelhano, 266 milhões, e hindi (a principal língua da Índia) com 182 milhões de falantes (a segunda língua da Índia, o bengali, é falada por 162 milhões). A seguir, vem o árabe, com 181 milhões. O português é falado por 165 milhões de pessoas. Depois vem o russo (com 158 milhões de falantes), o japonês (com 124 milhões) e o alemão (com 121 milhões).
Religião: o mundo hoje é dividido em inúmeras religiões e seitas, com milhões de adeptos.

A Terra e seu contexto espiritual
Se fosse possível retrocedermos no tempo e na história, numa espécie de “viagem ao futuro” às avessas para contar às gerações anteriores tudo o que a atual era vive hoje, a única reação que provavelmente teriam é a de pavor e espanto, para não dizer terror. Porque ironicamente, na mesma aterradora velocidade que se propaga os avanços e as conquistas nas mais diversas áreas – da saúde, à tecnologia e à ciência, só para citar algumas –, cresce também os males e as desventuras em tom praticamente apocalíptico tanto que os responsáveis por esses avanços e essas conquistas, sequer conseguem vislumbrar uma saída, apesar de todos os esforços. E somado a todo esse quadro, há um, digamos, “ingrediente” que muitos dos estudiosos parecem ignorar: o fator espiritual. Indo mais longe agora, se fosse possível trazer de volta dessa viagem rumo ao passado aqueles que muito colaboraram para que o Evangelho chegasse até nós – como Abraão, Isaque, Jacó, Moisés, Davi, os profetas e os discípulos, para mencionar só uns poucos – todos eles teriam a mesma reação: de pavor. Mas com uma diferença: não pavor em tom de incredulidade, mas de satisfação por estar vendo que tudo que um dia fora profetizado vem se cumprindo e está por cumprir.

O contexto espiritual de nossa Terra é um só:

cegueira e carência espirituais. Se por um lado, há mesmo o que comemorar pelo fato de o Evangelho estar sendo anunciado numa escala nunca antes imaginada graças também a muitos desses avanços (principalmente no campo da Comunicação, com o advento da TV e da internet e agora com a denominada “era digital”), por outro, há também muito a se fazer. Pecados e males como idolatria cega e desenfreada (muitas vezes às custas de perdas de vidas), prostituição, fornicação e sodomia (que têm desmantelado muitas famílias), roubo e corrupção têm minado toda uma sociedade, para não dizer gerações e gerações. A lista desses males e pecados é infindável. Às portas de um novo milênio e na iminência da volta de Jesus, a nós como Igreja de Cristo nos cabe clamar por toda a população de nossa Terra e esmerar, a que preço for, para levar as boas-novas de salvação em Cristo aos milhares e milhares de perdidos e carentes, destinados à condenação eterna se nada for feito por elas. Falar do amor de Deus a nossos entes queridos, amigos, vizinhos e conhecidos já é um ótimo começo e meio caminho andado. Até que Cristo volte. Clamemos então por nossa Terra, para que cumpramos com essa nossa gloriosa missão, ainda que árdua.

A Terra carece de nossas intercessões.

Oremos, pois:
- Para que o Evangelho da graça e de salvação em Cristo cheguem àqueles que tanto precisam e ainda não receberam essa dádiva.
- Pelo fim, de fato, da pobreza e miséria, da violência, da corrupção, da imoralidade, da prostituição, da fornicação (que muito tem minado famílias inteiras e toda uma sociedade) e de toda uma gama de pecados e males que se alastram como pragas daninhas.
- Pela própria natureza, que agora parece gemer e respondendo “à altura” do que tem sido feito contra ela em nome da chamada “modernidade”. Prova disso são todas as alterações e intempéries climáticas de nosso Globo: de geadas intensas, passando por tsunamis, chuvas e tempestades fora de controle, até chegar às secas e clima de deserto em outros pontos.

Notícia da Semana:
Nossa Terra é destaque no Atos Hoje por uma razão óbvia e urgente: às portas de um novo milênio, com a despedida de mais um ano que termina e outro que começa, mais que nunca devemos clamar, pois a única certeza que temos daqui para a frente como povo e filhos de Deus é que estaremos a salvo e seguros, venha o que vier. Os fatos e as notícias estão aí. De fato, nossa Terra geme e chora.

sábado, 23 de janeiro de 2010

"França "




França

A França é destaque na seção País da Semana do Atos Hoje em razão dos suicídios e tentativas de atentado contra a vida. Oremos, pois, pelos familiares e parentes, pela empresa e pelo fim definitivo da atuação das trevas na questão

Capital: Paris.
Localização: Europa ocidental.
Idioma: francês (oficial) e línguas regionais (bretão e basco).
Religião: cristianismo: 69,2% (católicos: 76,2%; outros: 8,3% - dupla filiação: 5%; desfiliados:
10,3%); sem religião: 16%; islamismo: 8,2%; ateísmo: 4%; outras: 2,6%.
Restrições: embora livre, o país parece carregar o peso de um passado marcado pela severidade
em relação às perseguições religiosas.

Motivos de orações
Ainda que não seja de cunho espiritual a razão principal do suicídio de dezenove jovens que trabalhavam numa empresa de telecomunicações francesa, mas sim, situações administrativas, França é destaque justamente por causa dessas mortes. E visto que qualquer oportunidade ou situação de, digamos, sombra, pode ser a brecha que as trevas precisam para atuar contra as vidas, podemos dizer, sem medo de errar, que a questão também pode ter como pano de fundo o quadro espiritual do país.

Por questões sócio-culturais, o evangelho na França parece ser tido como uma imposição anglo-saxônica e fruto até de um imperialismo, a ponto de esse mesmo evangelho ser visto como algo que corrompe o modo de vida francês.

Não bastasse um já delicado quadro espiritual de idolatria e de proliferação de seitas (contrárias,
em suas práticas, ideologias e seus costumes, à Palavra de Deus), o país parece viver um cenário de frieza espiritual. Prova disso parece ser não só a queda considerável na frequência de muitos às igrejas, mas também um aumento, diríamos, até perturbador dos que se dizem sem religião.

O islamismo é considerado a segunda maior religião na França, perdendo apenas para o catolicismo, histórico e cultural no país.

A perseguição e o assassinato de muitos cristãos franceses (os huguenotes, nos séculos XVI e XVII, que também pôs em fuga outros 200 mil) ainda é uma marca na alma de muitos. Humanismo, secularismo, ideologias anti-cristãs, ocultismo, nominalismo (de muitos que se dizem cristãos) e o islamismo são outras marcas espirituais do país.

Ainda que tida “inexpressiva” em relação à quantidade de cristãos, a Igreja de Cristo no país tem se mostrado forte e atuante em seu papel missionário. Mas carece de nossas orações pelos desafios que enfrentam, sejam eles internos (como a carência de obreiros para a seara, para os campos), como externos – às oposições daqueles que fazem frente ao evangelho.

França é o país foco de nosas orações. Clamemos:
Pela queda espiritual de todas as forças de oposição das trevas e da maldade, que têm se valido de uma situação administrativa de uma empresa, de uma organização – como a France Telecom – para atuar com o suicídio. Até o fechamento dessa edição do Atos Hoje, o número de suicídio ou tentativa de tal ato, era de 19.

Pelos envolvidos direta ou indiretamente com o caso dos suicídios – sejam autoridades, familiares e a direção da France Telecom, para que Deus lhes conceda graça, sabedoria e recursos para lidar com a situação.

Pelos familiares e parentes daqueles que perderam ou quase perderam a vida num ato de atentado contra a própria vida, a fim de que Deus os console e conforte a todos.

Por um novo e grande reavivamento espiritual.

Pela cura e transformação da nação.

Pela unidade e avanço da Igreja de Cristo.

Pelas autoridades constituídas.

Pelo próprio país: suas demandas, questões e situações já conhecidas.

Por familiares, parentes, amigos e conhecidos agora enlutados.
Deus abençoe.!!!
Paz do Senhor Jesus!!!

sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

"Índia"




Índia

Salvação e graça aos cegos e perdidos na idolatria. Conforto e refrigério aos enlutados que perderam entes queridos em razão de sua fé em Cristo

Capital: Nova Délhi.
Localização: centro-sul da Ásia.
Idioma: hindi (oficial), línguas regionais (principais: telugu, bengali, marati, tâmil, urdu, gujarati).
Religião: hinduísmo: 80,3%; islamismo: 11% (sunitas 8,2%, xiitas 2,8%); cristianismo: 3,8% (católicos 1,7%; protestantes: 1,9%; ortodoxos 0,2%), sikhismo: 2%; budismo: 0,7%; jainismo: 0,5%; outras: 1,7%. A população cristã é de cerca de 25,6 milhões.
Restrições: há liberdade de culto e evangelização, mas uma relativa perseguição ainda assusta muitos cristãos. As nformações são do site Missões Portas Abertas.

Índia e seu contexto espiritual
Índia é e tem sido por muito e muito tempo um desafio missionário em todos os sentidos. Contrariando, porém, todas as previsões pessimistas ou catastróficas vigentes concernentes a riscos e perigos em ser missionário num contexto como esse, a Igreja de Cristo tem sido atuante não só com o envio e sustento de missionários, como também na oração e intercessão.

São muitos os aspectos que fazem realmente da Índia um desafio missionário. Segundo Patrick Johnstone e Jason Mandryk, na obra Intercessão Mundial (Ed. Horizontes América Latina, 2001, pg. 345), o País tem mais e maiores grupos de povos sem cristão, igrejas ou obreiros que qualquer outro país do mundo. Johnstone e Jason informam ainda na mesma obra que em razão do crescimento do extremismo hindu, a perseguição a cristãos tornou-se uma realidade que muito tem assustado cristãos e missionários na Nação. As 36 mortes (até o fechamento dessa edição), na maioria de cristãos, parecem endossar esse fato. Ironicamente, a mesma liberdade religiosa que garante a livre expressão e manifestação de culto a todos, também é precedente sem igual para a idolatria, com a veneração a milhares de deuses – veneração essa que parece não só cegar, mas matar. Clamemos por essa carente Nação.

Índia é o foco de nossas orações. Oremos, pois:
- Pela Igreja de Cristo, que ao longo dos séculos tem sido fiel e constante no seu chamado para levar o Evangelho aos quatro cantos do Globo.
- Pelos inúmeros missionários e obreiros cristãos (e seus familiares), inclusive os de nossa igreja, que no País estão, a fim de que Deus os fortaleça na sua fé e no seu chamado de levar a Palavra aos muitos indianos sem salvação em Cristo.
- Pela Nação indiana, cega e presa à idolatria e cegueira espiritual.
- Pelos familiares que perderam entes queridos, vítimas da violência a cristãos.

Missionário da Semana
César Augusto Vieira é nosso destaque na seção Missionário da Semana. Com sua esposa, Arminda Nela e seu filho Haniell César, atua em Guiné Bissau, África. Estão em Belo Horizonte (MG) em treinamento para retornarem ao País em breve. Oremos por sua família e pelo trabalho que realizam, para que cada vez mais vidas sejam salvas pelo poder do Evangelho e Cristo Jesus.
::Fonte: Secretaria de Missões.

Notícia em toda a mídia cristã, Índia é destaque em razão de violentos ataques a cristãos no País, provenientes de grupos extremistas hindus, que culpam esses cristãos pela morte de seu líder Swami Laxanananda Saraspati. Até o fechamento dessa edição, 36 mortes, a maioria de cristãos, já haviam sido contabilizadas. O clima ainda é de muita tensão e medo.
Deus abençoe!!!
Paz do Senhor Jesus!!!

quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

"Iêmen"




Iêmen

Iêmen fechando as portas para o terrorismo
O governo dos Estados Unidos fez uma lista de países árabes, incluindo o Iêmen, que devem ser fiscalizados com maior rigidez, na tentativa de aumentar a segurança nos aeroportos. O objetivo é criar uma barreira contra ataques terroristas

Localização: sul da Arábia Saudita e oeste de Omã.
Capital: Sanaa.
Idioma: árabe (oficial).
Religião: 99% Islamismo, 0,9%; outras religiões, 0,1% sem religião.

Iêmen e seu contexto espiritual:
Iêmen é o mais pobre dos países árabes, cerca de 40% de sua população vive abaixo da linha de pobreza. A pequena elite, fortemente caracterizada pelos heróis de guerra, hoje líderes políticos, mantém o serviço militar obrigatório e as bases militares espalhadas pelo campo. O
Islamismo é a religião oficial do país e a região norte, mais conservadora, deseja a implantação radical da sharia (lei islâmica). Já a região sul mantém uma posição mais moderada. Pelo fato de praticamente toda população ser mulçumana, é proibido que ela se converta ou retorne ao Cristianismo que foi experimentado quando a nação estava sob o domínio do Império Otomano, aproximadamente no século IX. O governo proíbe as pessoas que não são muçulmanas de evangelizar. Sobre a forma como é aplicada o Islamismo no país, a conversão de um muçulmano para outra religião é considerada crime, punível com morte. Por isso, existe um registro pequeno de iemenitas convertidos e a maioria dos cristãos é estrangeira, já que a perseguição aos cristãos no território iemenita é acirrada.

Outro fator importante para a conversão de estrangeiros é a existência de grandes oportunidades para servirem ao Senhor nos negócios, na educação, na saúde e nos planos de desenvolvimento da nação. O problema é que a corrupção, a extorsão, as leis ultrapassadas e a deficitária infra-estrutura acabam com os recursos e com a motivação dos líderes de outros países. Apesar da região já ter sido citada até no Antigo Testamento ela é a menos evangelizada do mundo. Além dessa perspectiva de perseguição e de limitada evangelização, o Iêmen foi profundamente impactado pelas guerras durante as últimas décadas. Tanto as guerras civis como também os conflitos com países vizinhos, são responsáveis pela disseminação da violência e do terrorismo. Os iemenitas têm o direito de possuir armas, o que incentiva a rivalidade entre as tribos, os crimes e as sabotagens, tidos como formas de protestos.

O Iêmen foi destaque nessa semana
o conflito liderado pelos EUA contra militantes islâmicos após uma ala da organização terrorista Al-Qaeda no Iêmen ser suspeita da autoria de um atentado à bomba fracassado, contra um avião que ia de Amsterdã, na Holanda, à cidade de Detroid, nos Estados Unidos, no último dia
25/12. O nigeriano Umar Farouk (Abdulmutallab), que segundo as autoridades do Iêmen, foi treinado pela Al-Qaeda que possui base no país, foi acusado de ser o autor do crime. As autoridades do Iêmen promoveram uma operação para caçar os militantes que, segundo o
próprio governo, seriam responsáveis pelas ameaças contra as embaixadas ocidentais no território durante essa semana.O conflito gerou mortes e levou os Estados Unidos a tomarem
precauções extremas de proteção. O país é destaque no Atos Hoje desta edição para que as orações se intensifiquem em prol da paz de um povo que deseja combater uma Al-Qaeda ressurgente. Por essa razão, aumentou a preocupação com o braço da rede terrorista, e, os Estados Unidos e outros países anunciaram o fechamento das embaixadas no país. O medo que se instaurou nos Estados Unidos resultou, além do fechamento da embaixada, em medidas de
segurança ainda mais firmes nos aeroportos norte-americanos, para impedir que terroristas infiltrem no país. Até o fechamento desta edição do jornal Atos Hoje a embaixada americana já havia sido reaberta, mas cerca de 50 militantes da Al-Qaeda já haviam morrido em ataques iemenitas nos últimos dias.

A Al-Qaeda é um grupo terrorista que sustenta o confronto e a discórdia no mundo, contudo todos carecem da misericórdia e salvação de Deus. Oremos pelo Iemenitas, para que a paz tome conta de seus corações e gere transformação na vida de cada cidadão. Que o país seja
disseminador do amor de Deus e não da violência.

Iêmen é o alvo das nossas orações, oremos:
Para que as pessoas conheçam Jesus Cristo e o Cristianismo ganhe mais espaço no país.

Para que as lideranças políticas fundamentem leis que favoreçam a liberdade religiosa e permitam a evangelização cristã.

Pelas rádios cristãs que são a principal forma de evangelização usada na região e ainda para que novos meios sejam utilizados e eficientemente mantidos para promover o relacionamento cristão.

Pelos cristãos que trabalham no país e testemunham a vida de Cristo mesmo que de maneira discreta.

Para que os conflitos violentos contra os membros da Al-Qaeda e a cegueira espiritual dos grupos terroristas tenham fim, e que eles se prostrem diante do Senhor arrependidos.

Para que o governo dirija a nação com justiça, criando unidade nacional e paz.

Fonte: Obra Intercessão Mundial (Patrick Johnstone e Jason Mandrik, Ed. Horizontes América Latina). Adaptação: Redação Atos Hoje

O Sudeste do Brasil e as chuvas:
As chuvas se intensificaram ainda mais na região, desde o dia 31 de dezembro do ano passado. Até o fechamento desta edição do jornal Atos Hoje já havia sido registrado 87 mortes no total, causadas pelas tempestades. Só em Angra dos Reis, no estado do Rio de Janeiro, 52 pessoas morreram por causa de dois grandes deslizamentos de terra ocorridos na madrugada do primeiro dia do novo ano. Ao todo já somam 74 mortos por deslizamento no estado, e pelo menos outras dez em São Paulo e mais três em Minas Gerais. Oremos, pois, pela região Sudeste para que as famílias sejam restabelecidas em suas casas, para que as chuvas sejam
mais brandas e pelos familiares das vítimas, para que sejam fortalecidos.
Deus abençoe!!!
Paz do Senhor Jesus!!!

quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

"Missão Portas Abertas celebra"


Missão Portas Abertas celebra

Venha celebrar um momento histórico da Missão Portas Abertas

BRASIL (*) - O ano 2010 começa com força total aqui na Missão e você é o principal convidado para nosso primeiro grande evento do ano. Conforme anunciamos na revista deste mês, em 20 de janeiro, celebraremos nosso culto oficial de ação de graças e posse pública do novo secretário geral, pr. Carlos Alfredo de Sousa.

Será um momento histórico pois, há 19 anos, não tínhamos uma mudança desta ordem na Missão. Um momento de celebrar o que passou e de projetar o muito mais que está por vir. Será uma oportunidade de você dar um abraço de despedida no ex-secretário e de, pessoalmente, dar as boas vindas ao novo secretário.

O oficiante da posse e pregador da noite será o pr. Hector Tamez, um dos líderes na Portas Internacional entre 1980 e 2007. Nesse período, Hector foi o correspondente internacional que mais vezes veio ao Brasil para engajar nossa Igreja com a Igreja Perseguida. Hoje com 69 anos, Hector mora e ministra no México, seu país de nascimento, e virá ao Brasil especialmente para participar deste momento histórico.

Por tudo isso, não podemos nem pensar em não ter você para viver esse momento conosco. Venha e traga seus melhores amigos, pois, além de celebrarmos, será uma oportunidade única de engajá-los com a Igreja Perseguida.

Mais uma vez, obrigado por estamos juntos servindo cristãos perseguidos.

Culto de ação de graças e posse pública do novo secretário geral
DATA: 20 de janeiro de 2010, às 20h.
LOCAL: Primeira Igreja Presbiteriana Independente de São Paulo
Rua Nestor Pestana, 136 – Consolação – São Paulo – SP

Falas oficiais:
Aguinaldo Cajaíba, presidente do conselho da Missão
Carlos Alfredo de Sousa, novo secretário geral
Douglas Monaco, ex-secretário geral
Hector Tamez, pregador da noite.

Deus abençoe!!

Paz do Senhor Jesus!!!

terça-feira, 19 de janeiro de 2010

"Ajuda é organizada para vítimas do terremoto no Haiti, 70.000 corpos enterrados."


As operações de socorro aumentavam nesta segunda-feira no Haiti, onde 280 centros de ajuda deverão ser abertos para tentar atender às necessidades das vítimas do terremoto que deixou pelo menos 70.000 mortos no Haiti.
Ante o caos e aos saqueadores que roubam tudo o que podem, o governo haitiano decretou no domingo estado de emergência até o fim do mês. Um luto nacional de 30 dias foi declarado.

A cada dia, o registro se torna mais pesado: 70.000 corpos foram enterrados em fossas comuns, segundo a secretária de Estado para a Alfabetização, Carol Joseph. As forças americanas estimam que o número de mortos possa atingir 200.000, o que se aproxima do registro da tsunami de 2004 no Oceano Índico (220.000 mortos).

O tremor deixou pelo menos 250.000 feridos e 1,5 milhão de desabrigados. "É como se uma bomba atômica tivesse explodido", considerou o embaixador dos Estados Unidos no Haiti, Kenneth Merten.

O secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, pediu nesta segunda-feira ao Conselho de Segurança o envio de 1.500 policiais e de 2.000 militares adicionais para reforçar a Missão da ONU no Haiti (Minustah), que já possui cerca de 11.000 homens.

"A população de Porto Príncipe luta agora simplesmente para sobreviver", considerou nesta segunda-feira o Comitê Internacional da Cruz Vermelha, que indicou que "os incidentes violentos e os saques aumentam com o desespero."

Um jornalista da AFP constatou que o bairro comercial do centro de Porto Príncipe nesta segunda-feira dominado por saqueadores. Policiais e soldados não estavam presentes e apenas três seguranças particulares tentavam proteger uma loja de roupas.

"A vida é muito dura. Não temos nada", lamenta-se Jean Osée, 40 anos, que acampa com a sua família em uma favela improvisada a poucos passos do que resta do Palácio Presidencial.

"Não temos água nem sabão. Não trocamos de roupa desde que chegamos aqui", disse a mulher de Jean.

A urgência é evitar uma enorme catástrofe sanitária: sem acesso a água potável e a banheiros, os riscos de epidemia aumentam.

Cento e cinco mil rações de ajuda alimentar foram distribuídos desde 12 de janeiro, segundo o Programa Alimentar Mundial, mas a organização estima em mais de cem milhões o número de rações necessárias para os próximos trinta dias.

Cerca de 43 toneladas de alimentos deverão chegar nesta segunda-feira ao Haiti, indicou o PAM.

Um porta-aviões nuclear norte-americano, o Carl Vinson, que chegou na sexta-feira a Porto Príncipe, começou nesta segunda-feira a fornecer aos haitianos água potável, produzida em grande quantidade a bordo.

Um primeiro helicóptero decolou com cerca de 700 litros de água dessalinizada.

De acordo com o governo haitiano, 280 centros de urgência serão abertos a partir desta segunda-feira para distribuir alimentos e barracas aos desabrigados. A Organização Internacional para as Migrações quer instalar um campo para acolher 100.000 desabrigados.

Paraquedistas da 82ª divisão aerotransportada começaram a montar uma base de operações ao norte de Porto Príncipe para distribuir a assistência humanitária.

A comunidade internacional continua a se mobilizar e a Unioão Europeia prometeu cerca de meio milhão de euros a curto e a longo prazo.

A principal operadora de telefonia móvel no Haiti, a irlandesa Digicel, informou ter restabelecido o serviço de 70% de suas redes em Porto Príncipe. Menos de 1% dos haitianos têm uma linha de telefone fixo, segundo a Digicel, o que torna a telefonia móvel fundamental.

Todos os esforços enfrentam dificuldades logísticas: o aeroporto está lotado, o porto, destruído e as estradas, tomadas por escombros. A falta de combustível é cada vez mais crítica.

O presidente haitiano René Préval chegou nesta segunda-feira a Santo Domingo, onde abriu uma reunião internacional destinada a preparas a conferência dos países doadores a ser organizada no dia 25 de janeiro, em Montreal.

O ex-presidente norte-americano Bill Clinton, emissário da ONU, chegou à ilha, onde deverá se reunir com Préval.

Seis dias após o sismo, mais de 500 funcionários das Nações Unidas ainda eram considerados desaparecidos. As equipes de socorro continuam encontrando pessoas vivas entre os escombros. No domingo à noite, após doze horas de intervenção, socorristas norte-americanos e franceses conseguiram salvar uma jovem haitiana cujos pais acreditavam que estivesse morta.

Essas pessoas se juntam aos 75 sobreviventes encontrados em Porto Príncipe depois do enorme terremoto de 12 de janeiro, de magnitude 7.

No total, 12.500 soldados norte-americanos devem chegar ao país nesta segunda-feira. O presidente Obama ordenou no domingo a mobilização de reservistas para que participem das missões humanitárias.
Deus abençoe!!
Paz do Senhor Jesus!!!

segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

"Após terremoto, Haiti lida com as consequências da tragédia"


Após terremoto, Haiti lida com as consequências da tragédia

HAITI (*) - A tragédia que se abateu sobre o Haiti, um dos países mais pobres do mundo, e destruiu parte de sua capital, Porto Príncipe, num terremoto de grande intensidade (7 graus na escala Richter, no início da noite de terça-feira, 12/1), com centenas de mortos e devastação urbana, está provocando reações imediatas de solidariedade em todo o mundo. Entre os principais grupos cristãos que atuam nesta área de envio de ajuda emergencial, três entidades já se manifestaram com pedidos de doações para envio imediato àquele país e orações. A britânica Tearfund saiu na frente e está remetendo, já no dia seguinte à tragédia (13/1), a quantia de £50,000 (cerca de 150 mil reais) para ajudar os sobreviventes. Também continua recebendo doações para ampliar esse tipo de resposta emergencial e pedindo orações em seu site.

A dor da perda ou desaparecimento de entes queridos, os ferimentos, o medo, a destruição ou dano grave de prédios e casas deixando milhares de famílias sem abrigo, a escuridão, a falta de comunicações, grande quantidade de escombros nas ruas, a necessidade de voluntários para ações de resgate, estes são os fatos que predominam no noticiário.

A Visão Mundial Internacional afirma que estará priorizando o cuidado de crianças e suas famílias nas áreas afetadas. E alerta para a falta de uma estrutura social no Haiti, que agrava a situação. “Perto de 80% da população vive com menos de 2 dólares por dia”. A organização humanitária menciona em seu site três formas de ajudar: “Ore pelas crianças, famílias e comunidades atingidas por esse desastre e ore pela equipe da Visão Mundial que se prepara para intervir no atendimento às necessidades”; “Doe agora para o fundo de assistência às vítimas do terremoto no Haiti”; e “adote uma criança no Haiti”.

Outra organização cristã de destaque nestas atividades de socorro emergencial a vítimas de tragédias como esta que aconteceu no Haiti, é a Compassion International. Segundo o site da entidade, eles estão estudando a situação e recebendo doações específicas para ajudar os atingidos. Prometem informações e pedem orações pela equipe, pelas crianças assistidas pela ONG naquele país, e pelos líderes da nação
Há outras opções para realizar doações:

O terremoto no Haiti causou destruição e pode ser afetado cerca de 3 milhões de pessoas, segundo o Comitê Internacional da Cruz Vermelha, que alerta, porém, que o número ainda pode mudar porque ainda falta verificar muita coisa sobre a situação no país.

Quem quiser ajudar as vítimas do terremoto tem algumas opções. Como costuma acontecer depois de tragédias, podem aparecer sites falsos pedindo doações, então procure doar para instituições reconhecidas por meio do site delas.

A embaixada do Haiti no Brasil recebe doações em dinheiro por meio da conta corrente abaixo. Os recursos serão recebidos diretamente pela embaixada e administrados por ela, segundo o Banco do Brasil. Podem ser feitos depósitos ou transferências de qualquer banco e até mesmo de fora do Brasil para a conta corrente.

Nome: Embaixada da República do Haiti
Banco: Banco do Brasil
Agência: 1606-3
C/C: 91000-7
CNPJ: 04170237/0001-71

O Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV) também recebe doações só em dinheiro. Segundo Silvia Backes, coordenadora do CICV no Brasil, a entidade não recebe outros tipos de doações, como roupas, devido à dificuldade de enviá-las ao país. Ela diz que há uma equipe de ajuda emergencial da Cruz Vermelha saindo de Genebra com toneladas de doações e com equipes de médicos.

Para doar ao CICV, use a conta corrente abaixo:
Nome: Comitê Internacional da Cruz Vermelha
Banco: HSBC
Agência: 1276
C/C: 14526-84
CNPJ: 04359688/0001-51

O Movimento Viva Rio informou que abriu uma conta para receber doações que serão usadas para compra de alimentos, água e medicamentos. Presente desde 2004 no Haiti, o Viva Rio mantém uma equipe de mais de 400 pessoas trabalhando nos projetos, sendo nove brasileiros. Doações podem ser feitas na conta:

Nome: Movimento Viva Rio
Banco: Banco do Brasil
Agência: 1769-8
C/C: 5113-6
CNPJ: 00343941/0001-28

Informações sobre cidadãos brasileiros no Haiti podem ser obtidas no Núcleo de Assistência a Brasileiros do Itamaraty, nos telefones abaixo:
(61) 3411-8803
(61) 3411-8805
(61) 3411-8808
(61) 3411-8817
(61) 3411-9718
(61) 8197-2284

Pedidos de oração
A ajuda mais importante que nós, cristãos, podemos dar é nossa oração. Essas pessoas precisam receber a força, paz e consolo de Deus para que possam passar por esse momento difícil.
Deus abençoe!!
Paz do Senhor Jesus!!!

"Música secular edifica? "




Música secular edifica?
A dúvida é antiga e gera debate entre os membros das igrejas, principalmente entre os jovens.


Um assunto que sempre é questão pendente na vida de todo cristão é saber se ouvir música secular edifica. A dúvida vem de longa data e é motivo de debate entre os membros das igrejas, principalmente entre os jovens, pais e líderes. Até hoje o assunto gera divisão de opiniões entre os jovens, que são os que mais sofrem influência do meio musical secular. Primeiramente vejamos qual o significado da palavra edificar: construir; induzir à virtude; comunicar/incutir sentimentos morais e religiosos.

A música, seja qual for o estilo, tem muita influência na vida das pessoas, por isso, como filhos de Deus - no mundo para transmitir Sua palavra -, devemos ter muita sabedoria na hora de ouvir as músicas seculares que estão fazendo sucesso. Como cristãos, devemos ser mais seletivos. Não podemos escutar qualquer música porque simplesmente todos estão ouvindo. Temos que observar o que diz a letra de cada canção que escutamos.

Partindo do princípio de que edificar significa comunicar sentimentos morais e religiosos, então as músicas seculares que fazem apologia às drogas, falam de sexo antes do casamento e aceitam a traição, por exemplo, estão fora dos padrões bíblicos. Essas canções certamente não trazem edificação à vida de quem quer que seja, nenhuma vantagem para a vida pessoal e muito menos espiritual, pois estará saturando a mente de valores opostos aos do ouvinte. Devemos olhar também as traduções das músicas americanas, já que algumas de suas letras trazem mensagens completamente distorcidas. É importante conhecer e entender o contexto do que está sendo cantado também nas músicas estrangeiras. Não é porque não compreendemos a mensagem que isso não vai influenciá-lo.

Qualificar o gosto pela música secular como sendo pecado, como preferem alguns, talvez seja radical demais. Existem muitas músicas não evangélicas que possuem letras muito bonitas, inspiradoras e que não vão contra os princípios bíblicos. Prestar atenção à letra e analisá-la de forma que o ouvinte cristão se proteja contra possíveis más influências talvez seja a atitude mais correta.
Deus abençoe.
Paz do Senhor Jesus!!!

domingo, 17 de janeiro de 2010

"As três Necessidade de Paulo"


Em 2 Timóteo 4, Paulo faz uma profunda análise do seu ministério e antes de fechar as cortinas da sua vida, abre-nos uma luminosa clareira com respeito ao seu passado, presente e futuro. O veterano apóstolo olhou para o passado com gratidão (2 Tm 4.7). Paulo está passando o bastão a seu filho Timóteo, mas, antes de enfrentar o martírio, relembra-o de como havia sido sua vida: “Combati o bom combate, completei a carreira, guardei a fé”. A vida para Paulo não foi uma feira de vaidades nem um parque de diversões, mas um combate renhido.

Além disso, Paulo olhou para o presente com serenidade. O veterano apóstolo sabe que vai morrer. Mas não é Roma que vai lhe tirar a vida; é ele quem vai oferecê-la a Deus. Assim escreve Paulo: “Quanto a mim, estou sendo já oferecido como libação, e o tempo da minha partida é chegado”. Para Paulo, partir e estar com Cristo é incomparavelmente melhor (Fp 1.23). A morte para Paulo era fazer a última viagem da vida, e esta rumo à pátria celestial. A morte não intimidava Paulo.

Quanto ao futuro, Paulo tinha esperança (2 Tm 4.8). A gratidão do dever cumprido, associada à serenidade de saber que estava indo para a presença de Jesus, dava a Paulo uma maravilhosa expectativa do futuro. Mesmo que Nero o condenasse e o tribunal de Roma o considerasse culpado, o reto e justo Juiz o consideraria inocente e lhe daria a coroa da justiça.

Paulo sente profundamente a solidão. Então deseja e pede três coisas: primeiro, pessoas que lhe façam companhia; segundo, uma capa que o aqueça; terceiro, livros e pergaminhos que o mantenham ocupado.

Em primeiro lugar, Paulo quer companheiros. Ordena a Timóteo: “Toma Marcos e traze-o contigo” (v. 11). Marcos tinha sido um desertor na primeira viagem missionária (At 12.25; 13.13; 15.38,39). Mais tarde, porém, foi reintegrado (Cl 4.10; Fm 24) e agora poderia ser muito útil ao ministério.

Acima de tudo, Paulo tem saudades de Timóteo. “Procura vir ter comigo depressa” (v. 9). “Apressa-te a vir antes do inverno” (v. 21). Se ele quer ver mesmo rever Timóteo e desfrutar de sua amizade, então Timóteo deve vir logo (enquanto ainda estiver vivo) e, de todo modo, antes do inverno (enquanto a navegação ainda seja possível). Assim, duas vezes ele insiste para que Timóteo faça o possível para vir. O mesmo apóstolo, que pusera seu amor e a sua esperança na volta de Cristo (v. 8), também anela pela volta de Timóteo. “Sem cessar me lembro de ti.... noite e dia, ansioso por ver-te, para que eu transborde de alegria” (2 Tm 1.3,4). Às vezes encontramos pessoas superespirituais que fingem nunca sentir solidão e nem ter necessidades de amigos, pois a companhia de Cristo lhes satisfaz em todas as necessidades. Pura ilusão. A amizade humana é uma provisão amorosa de Deus.




Em segundo lugar, Paulo precisa de roupa quente, tanto quanto de companheirismo. Assim ele recomenda com insistência a Timóteo: “Quando vieres, traze a capa que deixei em Troade, em casa de Carpo (v. 13). A palavra phailones (capa) equivalia ao latim paenula, “uma peça do vestuário exterior, de tecido grosso, em modelo circular, com uma abertura no centro para a cabeça. Paulo achou que ela lhe seria bastante útil, sem dúvida, pressentindo que o inverno se vizinhava (v. 21).

Em terceiro lugar, Paulo tinha a necessidade de livros, “especialmente os pergaminhos” (v. 13). A diferença entre os dois é que os primeiros eram feitos de papiro, e não de pergaminho. Estes rolos de pergaminho talvez fossem escritos seus, ou sua correspondência, ou algum documento oficial, ou até mesmo seu certificado de cidadania romana. Todavia, é de consenso entre os estudiosos que o mais provável era que estes pergaminhos fossem a “versão grega do Antigo Testamento” (Septuaginta). Isto é relevante para nossas vidas. Um homem que sabe que vai morrer, não quer deixar de ler e aprender! Quanta preguiça em nossas vidas. A vida de Paulo nos motiva até mesmo na hora da morte a estarmos aprendendo e crescendo em sabedoria.

Esta, pois, são as três necessidades conscientes de Paulo. Quando nosso espírito está solitário, precisamos de amigos. Quando nosso corpo está sentindo frio, precisamos de roupas. Quando nossa mente está entediada, precisamos de livros. Não é falta de espiritualidade admitir isso: é humano. São necessidades naturais de homens e mulheres mortais.

Poderíamos sintetizar estas três necessidades de Paulo, assim:

Uma capa – para o corpo
Os livros – para a mente (alma)
Os pergaminhos – A Palavra de Deus para o espírito

Concluo com esta preciosidade:

Vários comentaristas aludem ao paralelo histórico entre o aprisionamento de Paulo em Roma e o de William Tyndale na Bélgica aproximadamente 15 séculos depois. Eis a descrição de Tyndale, feita por Handley Moule:

“Em 1535, preso pelo perseguidor em Vilvorde, na Bélgica, ele escreveu, pouco antes de seu martírio nas chamas, uma carta em latim ao Marquês de Bergen, administrador do castelo: ‘Rogo de Vossa Senhoria pelo Senhor Jesus que, se eu tiver que ficar aqui durante o inverno, suplique ao comissário a fineza de mandar-me, das coisas que são minhas, e que estão com ele, um gorro de lã; sinto dolorosamente o frio em minha cabeça. Também uma capa mais quente, pois a que tenho é muito fina. Ele tem uma camisa de lã minha, caso queira mandá-la. Mas, acima de tudo, minha Bíblia hebraica, minha gramática e meu vocabulário, para que eu use meu tempo nesta atividade’”.

Simplesmente célebre. Magnífico. Encantador. Desafiador.

Nele, o nosso maior tesouro.


Deus Abençoe

Paz do Senhor Jesus!!!

sábado, 16 de janeiro de 2010

"Arqueólogos decifram inscrição hebraica do reinado de Davi"


Arqueólogos decifram inscrição hebraica do reinado de Davi

Uma equipe de arqueólogos decifrou a mais antiga inscrição hebraica, que data do século X antes da era cristã. A descoberta foi anunciada pelo Departamento de Estudos Bíblicos da Universidade de Haifa (norte de Israel). Segundo um comunicado da universidade, o arqueólogo israelense Gershon Galil conseguiu provar que a inscrição, feita a tinta em um fragmento de cerâmica, datado do reinado de Davi, é o mais antigo texto hebraico já descoberto.

O fragmento de 15 por 16,5 centímetros foi encontrado há um ano e meio, em escavações coordenadas por outro arqueólogo, Yosef Garfinkel, no sítio de Khirbet Qeyfa, perto do vale de Elah, na região de Jerusalém.

Segundo o comunicado da Universidade, a inscrição fala sobre o tratamento dedicado aos pobres, escravos, estrangeiros, viúvas e órfãos.

As palavras utilizadas são especificamente hebraicas e os conceitos aos que se referem estão relacionados à Bíblia.
Deus abençoe
Paz do Senhor Jesus!!

sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

"Madagáscar"




MADAGÁSCAR



Não é apenas aquele filme animado que todos nós conhecemos.



Mas a verdadeira realidade é está:
Uma ilha que necessita ter sua história mudada! Oremos para que Madagáscar seja conhecida como Yahweh Shammah, ou seja, O SENHOR ESTÁ ALI!

Capital: Antananarivo.
Localização: Ilha africana situada no Oceano Índico a cerca de 600 km da costa de Moçambique, na África.
Idioma: francês e malgaxe (oficiais).
Religião: cristianismo 50,8% (protestantes 30,6%, católicos 23%, outros 8% - dupla filiação 10,8%), crenças tradicionais 46,6%, outras 2,2%, sem religião 0,4% (2005).

O contexto espiritual de Madagáscar
A população de Madagáscar tem sua origem nos povos malaio-polinésios e africanos. Ao longo de sua história chegou a ser colônia da França, tornando-se independente em 1960. Após sofrer com a ditadura militar por 15 anos (1975-1992), a liberdade religiosa está em processo de abertura. Apesar da metade da população ser cristã, poucas pessoas vivem o evangelho.

Parte da população está ligada a práticas de ocultismo e feitiçaria, principalmente, ao longo da costa de Madagáscar. Apesar do tradicionalismo religioso, os malgaxes acreditam em Deus, mas ainda assim, buscam preencher suas vidas em contato com espíritos ancestrais. Por causa desse envolvimento com práticas religiosas tradicionais na região, ainda é pequeno o número de pessoas que conhecem a Jesus Cristo de fato.

Entre as dificuldades enfrentadas pela igreja em Madagáscar a falta de treinamento para líderes e pastores é uma delas. Muitos missionários tentam ir para a Ilha, porém, tem o visto de entrada negado. É preciso destacar que mesmo com as adversidades, a igreja protestante vem crescendo consideravelmente, principalmente, na capital, Antananarivo. Os cristãos malgaxes também enfrentam dificuldade com poucas literaturas cristãs em sua própria língua.

Madagáscar é o alvo de nossas intercessões.



Clamemos:
- Pelos cristãos e missionários que estão em Madagáscar para que sejam fortalecidos pelo Espírito Santo, a fim de levarem o evangelho aos quatro cantos da Ilha;
- Pela liderança da igreja local, para que consiga vencer desafios como a falta de renda e meios de transporte para evangelizar os mais de cinco mil vilarejos de difícil acesso;
- Para que Deus levante novos missionários, obreiros e pessoas dispostas a amar Madagáscar e sustentar a Obra do Senhor ali;
- Pela atual situação política do país que beira uma guerra civil por denúncias de corrupção do governo;
- Para que Deus levante como presidente uma pessoa disposta a praticar justiça e paz ao povo malgaxe;
- Para que Madagáscar seja conhecida como Yahweh Shammah, ou seja, O SENHOR ESTÁ ALI (Ez 48.35).
Deus abençoe!!
Paz do Senhor Jesus!!!

quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

"Sri Lanka "


Sri Lanka
Numa terra marcada e manchada por sangue de muitos que perderam a vida em razão de conflitos, a salvação e a graça possíveis só em Cristo podem fazer toda a diferença

Localização:Kottte (ou Sri Jayawardenapura-Kotte), extremo sul do subcontinente indiano.
Idioma: sinhala, tâmil (oficiais) e inglês.
Religião: budismo: 68,3%; hinduísmo: 11,2%;cristianismo: 9,6% (católicos: 7%; outros: 2,8%; dupla filiação: 0,4%); islamismo: 9%; sem religião e ateísmo:2,3%; outras: 0,4%; dupla filiação: 0,7%.

Sri Lanka e seu contexto espiritual
Com uma população de cristãos estimada de um milhão e seiscentos mil cristãos, Sri Lanka, como muitos dos países mencionados até agora pelo Atos Hoje (pra não dizer a total maioria) é e tem sido mesmo um grande desafio em termos de missões. A mesma Constituição que parece permitir a evangelização, parece também obrigar os cidadãos a defenderem o budismo, que embora não seja a religião oficial do país, predomina no mesmo. O hinduísmo igualmente parece exercer grande influência sobre muitos. Nesse contexto e clima de total hostilidade, qualquer testemunho de fé parece não ser algo bem visto, e ser cristão nesta terra não é apenas um desafio, mas pode representar risco de vida. Até mesmo as conversões a Cristo são tidas como desacato e desrespeito a uma lei criada e imposta pelas próprias comunidades budistas e hinduístas. Tal realidade parece ser um terreno fertilíssimo para o crescimento e fortalecimento
de toda uma propaganda anticristã. Ironicamente, esse mesmo terreno é e tem sido campo fértil para o germinar da semente da discórdia e da ira sem precedentes na história de um país marcado por guerras e conflitos sangrentos que perduram por mais de 500 anos, tendo como pano de fundo e estopim justamente as diferenças de crenças e opiniões desses dois grupos, que acabam por culminar numa política, digamos, “olho por olho, dente por dente”. Só a título de amostragem, há estimativas até de que cerca de 100 mil pessoas foram mortas em razão desses conflitos, fora os 800 mil estimados que fugiram de onde estavam rumo a outros países, visto que se sentiram acuados e sem saber o que fazer só para preservar a vida. E mais irônico ainda é o fato de que quando se trata de calar a voz daqueles que um dia foram chamados para levar a salvação e a graça possíveis só em Cristo, ambas as comunidades – de hindus e budistas – parecem deixar de lado suas diferenças para não medirem esforços numa ação conjunta de tentar deter o avanço da fé e do evangelho. A perseguição a cristãos parece não conhecer limites. Somado a esse delicado contexto estão fatos como o nominalismo de muitos que se dizem cristãos, mas não se portam como tais até mesmo na hora de testemunharem de sua fé em Cristo (o que contribui ainda mais por minimizar a ação da Igreja de Cristo), a realidade de muitos povos e etnias que ainda nunca ouviram falar do evangelho, a restrição do trabalho missionário por parte das próprias autoridades ligadas ao governo e a idolatria em tom mesmo de culto aberto a entidades. Só para citar alguns dos inúmeros fatos que fazem do Sri Lanka hoje um país de extrema carência espiritual.

Oremos a fim de que o evangelho da graça alcance os corações de muitos que ainda não ouviram do evangelho, ou mesmo daqueles que já ouviram, mas temem pela própria vida.

Sri Lanka aos pés do Senhor.

Oremos:
- para que as barreiras à pregação do Evangelho no país sejam derrubadas;
- pelo fim dos conflitos que tanto tem dizimado muitas vidas, ferido outras tantas e manchado de sangue as página da história de um país já ferido;
- pelo fim da idolatria que a tantos tem cegado;
- pelos familiares, amigos e conhecidos de muitos que ainda choram a perda de entes queridos em razão dos conflitos e guerras;
- pelo governo e pelas autoridades, para que também recebam a salvação em Cristo e a sabedoria do alto para governarem com mãoS de graça e justiça;
- pela Igreja de Cristo – pastores, missionários,obreiros e anônimos – a fim de que o Senhor a fortaleça e a capacite ainda mais para dar cabo da
missão a que foi destinada.
Deus abençoe!!!
Paz do Senhor Jesus!!!